Publicado em: 19/04/2019 às 10h00

Meu nome é implante: a biografia de Nilton De Bortoli

Marco Bianchini conta detalhes da produção do livro que traz a história de um mestre da Implantodontia.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Na próxima semana, mais especificamente nos dias 25 e 26 de abril de 2019, acontecerá o V Meeting Internacional Implacil De Bortoli. Este evento anual já está entrando no calendário oficial dos principais congressos de Implantodontia da América Latina. Em sua quinta edição, vai trazer importantes palestrantes de renome nacional e internacional. Contudo, acredito que a maior atração será o lançamento da biografia do Dr Nilton De Bortoli, cirurgião-dentista formado pela USP em 1953, especialista master em Implantodontia e fundador da empresa Implacil De Bortoli.

Eu tive o imenso prazer de escrever esta obra, que conta toda a trajetória de vida do Niltão, como carinhosamente o chamamos. Com quase 88 anos de idade, e 66 anos de formado, Dr Nilton dedicou praticamente 50 anos da sua vida para a Implantodontia. Desde os implantes convencionais da era pré-Branemark até os implantes que usamos atualmente, o Niltão vem participando de toda a evolução da Implantodontia. Por isso o nome do livro não poderia ser outro, senão: Meu nome é implante!


Contar a história da vida de outra pessoa não é uma tarefa das mais fáceis. Imagine, então, se essa pessoa tem quase 88 anos de uma vida intensa. Uma vida que começou em uma cidade de São Paulo ainda querendo ser metrópole, que teve uma infância e juventude recheadas de histórias e dramas que nos levam ao mais alto limiar da emoção italiana. Depois disso, essa vida chegou à idade adulta com seus desafios e medos, incluindo a pergunta que assombra todos nós: será que eu vou dar certo? Será que serei um homem realizado? O tempo passa e a vida chega, então, na dita melhor idade. A família está composta, os filhos estão trilhando seus caminhos e os netos chegaram para dar segmento a tudo isso. Daí vem a pergunta: valeu a pena? Eu faria tudo de novo?

Foi com estas perguntas que eu comecei a primeira das muitas conversas que eu tive com o Niltão para poder escrever esta biografia: “E aí, Dr Nilton, valeu a pena? O senhor faria tudo de novo?”. E a resposta veio rápida, com aquela voz mansa, porém firme e, como sempre, muito cortês e educada, que já deixava transparecer os anos vividos, sem perder a emoção: “Ah, faria. Faria! Eu gosto.” Imediatamente eu percebi que o tempo verbal estava no presente. Aquilo me chamou muito a atenção, pois demonstrava o sentimento de alguém que estava vivendo plenamente o presente, e não o passado. Eu senti de imediato que a abordagem ia ser dinâmica nos próximos meses, pois falaríamos do passado sob a ótica de quem viveu todos os acontecimentos, mas que hoje vive o presente, na certeza de que tudo valeu e ainda vale muito a pena.

E foram assim todos os nossos encontros para eu ouvir o relato da vida desse sujeito muito carismático, que vive uma vida completa. Foram muitos momentos de grandes gargalhadas e outros de olhos marejados. Uma viagem no tempo, passando pela Itália, pelo Brasil, pelos Estados Unidos, por São Paulo e por Itanhaém (SP). A história foi sendo contada de acordo com os detalhes pessoais de quem viveu como imigrante italiano e sentiu na pele os efeitos da Segunda Guerra Mundial, estudou na USP, conheceu prefeitos, governadores, presidentes, generais e muitas outras autoridades. Mas também conheceu pessoas simples, que lhe prestaram serviço, das quais guarda uma eterna gratidão.

“Meu nome é Implante”, a biografia do Dr Nilton De Bortoli, não fala só de Odontologia e de implantes dentários. Obviamente que este foi o centro da vida profissional do Niltão, mas a resposta dada por ele, aquele: “Sim, Bianchini, eu faria tudo de novo, eu gosto” só aconteceu porque a sua vida foi permeada por valores sólidos de comprometimento com Deus, com a família, com os amigos e, sobretudo, com os pacientes. Um pouco do legado do Niltão está escrito nessa obra. Mas o maior exemplo que ele nos dá é a realização do seu maior sonho: de ter um milhão de amigos.

Parabéns, Dr Nilton! O senhor conseguiu! E eu sou um desses felizardos. Muito obrigado por essa oportunidade que vou levar guardada no meu coração pelo resto da minha vida.
 

Louvarei ao Senhor que me aconselhou; mesmo de noite meu coração me instrui. Tenho posto o Senhor continuamente diante de mim; por isso que ele está à minha mão direita, nunca vacilarei. Portanto, está alegre o meu coração e se regozija a minha glória; também meu corpo repousa em segurança. (Salmos 16:7-9)

 

 
   


Marco Bianchini

Professor associado II do departamento de Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); autor dos livros "O Passo a Passo Cirúrgico na Implantodontia" e "Diagnóstico e Tratamento das Alterações Peri-Implantares".

Contato: bian07@yahoo.com.br

 

           

 
 
  • Imprimir
  • Indique a um amigo