Publicado em: 14/05/2019 às 17h50

GRAM 2019 terá abordagem sobre implantes longos transinusais

Aula do professor Alexandre Carvalho enfatizará a utilização deste tipo de implante como alternativa às fixações zigomáticas.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

 

 

Os implantes longos transinusais como uma alternativa para reabilitação de maxila atrófica. Este será o ponto de partida da aula que será ministrada pelo professor Alexandre Carvalho, no 1o Congresso Internacional de Reabilitação de Maxilares Edêntulos – GRAM 2019.

A aula fará parte da programação do módulo que vai analisar a evolução da técnica all-on-four ao longo dos últimos 20 anos e traçar perspectivas futuras.

De acordo com o professor, quando a remodelação óssea causa grande pneumatização e extensão para anterior do seio maxilar, o uso de implantes longos transinusais apresenta-se como uma opção viável de tratamento.

“Desta forma, podemos reabilitar o paciente sem a utilização de procedimentos regenerativos, sendo, inclusive, uma alternativa à fixação zigomática”, avalia Carvalho.

Organizado pela VMCom em parceria com um grupo de professores que integram o GRAM – International Group of Graftless Rehabilitation of Atrophic Maxillae, o encontro acontecerá nos dias 16 e 17 de maio, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

Mais informações sobre o GRAM 2019 podem ser obtidas através do site www.congressogram.com.br, pelo telefone (11) 2168-3400, WhatsApp (11) 97113-2561 ou pelo e-mail eventos@vmcom.com.br.

 

  • Imprimir
  • Indique a um amigo