ImplantNewsPerio 2017 | V2N4 | Páginas: 671-9

Avaliação funcional do desenho de três brocas de preparo para colocação do implante dentário

Functional evaluation of three different drill designs for dental implant osteotomy: an in vitro study

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Rafael Cury Cecato1
William de Souza Wiggers2
Luan Eugênio Merlo3
Steferson Luiz Stares4
Márcio Celso Fredel5
Cesar Augusto Magalhães Benfatti6

1Especialista em Periodontia – PUC-PR; Mestrando em Odontologia, área de concentração Implantodontia – PPGO/UFSC.
2Mestre em Ciência e Engenharia de Materiais, área de concentração Metais – PGMAT/UFSC.
3Granduando em Engenharia de Materiais – UFSC.
4Doutor em Engenharia Mecânica – PPGMEC/UFSC.
5Mestre em Engenharia Mecânica – Universidade Federal de Santa Catarina; Doutor em Engenharia Mecânica – Rheinisch-Westfälischen Technischen Hochschule/RWTH Aachen; Professor titular do Depto. de Engenharia Mecânica – Universidade Federal de Santa Catarina.
6Mestre, doutor e pós-doutor em Implantodontia, e professor adjunto I de Cirurgia e Implantodontia – Universidade Federal de Santa Catarina.

Resumo:

Objetivos: avaliar o desempenho de furação de brocas. Material e métodos: três sistemas de implantes brasileiros foram testados: A (FGM, Joinville); B (Neodent, Curitiba); e C (SIN, São Paulo). A força de furação foi mantida constante e igual a 35 N. A rotação das brocas foi de 800 rpm e os corpos-de-prova foram mantidos em temperatura de 36°C ± 2°C, sendo a água destilada como fluido refrigerante. Dados sobre a temperatura e torque de furação foram adquiridos, e o desgaste das brocas foi avaliado por MEV. Os testes Anova e Tukey (α=5%) foram utilizados na análise estatística. Resultados: as brocas são eficazes, não ultrapassando a temperatura de limite biológico (47°C). Conclusão: de acordo com os ensaios realizados, a broca do grupo A reúne características que a habilitam como broca de perfuração única no preparo do leito do implante dentário. A análise em MEV mostrou que os grupos A e B mantiveram os gumes de corte bem defi nidos e sem desgaste aparente.

Unitermos:

Brocas odontológicas; Temperatura de corte; Torque de furação; Implantes dentários.

Abstract:

Objectives: to evaluate the osteotomy performance of implant drills. Material and methods: three different Brazilian dental implant systems were tested: A (FGM, Joinville), B (Neodent, Curitiba), and C (SIN, São Paulo). Drilling force was kept at 35 N. Drill rotation was set at 800 RPM and samples were kept at 36 ± 2°C under water coolant. Data regarding temperature and torque were acquired and drill wear evaluated under SEM. The Anova and Tukey tests (α=5%) were applied for statistical analyses. Results: all drills were effi cient and remained below the biologic limit level (47°C). Conclusion: according to the tests, drills of the A group had characteristics for a single osteotomy at the bone bed for implant placement. The SEM analysis demonstrated that groups A and B still had sharp, well-defi ned cutting edges with no visible wear.

Key words:

Implant drill; Cutting temperature; Perforation torque; Dental implants.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo