ImplantNewsPerio 2017 | V2N5 | Páginas: 934-44

Condição bucal e qualidade de vida em pacientes alcoolistas e não alcoolistas – estudo caso-controle

Buccal condition and quality of life in alcoholic and non-alcoholic patients – case-control study

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Ingrid Augusta Pereira da Silva1
Leonardo Zago Rocha2
Maria da Penha Zago Gomes3
Selva Maria Gonçalves Guerra4
Camila Oliveira de Alencar5
Roberta Grasselli Batitucci Pinel6
Fabricia Ferreira Suaid7
Maria da Conceição Machado Gomes8
Marciel Silva dos Santos9
Lorena Lírio Sossai10
Alfredo Feitosa11

1Cirurgiã-dentista do curso de Odontologia – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
2Cirurgião-dentista e mestre em Clínica Odontológica/PPGCO – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
3Doutora em Gastroenterologia – Universidade de São Paulo (USP); Professora chefe do Serviço de Gastroenterologia do Hucam – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
4Doutora em Reabilitação Oral – Universidade de São Paulo (USP); Professora titular do Depto. de Prótese Dentária – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
5Doutora em Periodontia – Universidade de Taubaté (Unitau); Professora substituta em Periodontia do Depto. de Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
6Doutora em Periodontia – Universidade Estadual Paulista (Unesp); Professora visitante em Periodontia do Depto. de Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
7Doutora em Periodontia – Universidade Estadual de Campinas (Unicamp); Professora visitante em Periodontia do Depto. de Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
8Mestra em Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes); Doutoranda em Biotecnologia em Saúde do Programa de Pós-graduação em Biotecnologia/Renorbio – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
9Mestre em Clínica Odontológica e professor voluntário de Periodontia – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
10Mestranda em Clínica Odontológica do Programa de Pós-graduação em Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).
11Doutor em Ciências – Universidade de São Paulo (USP); Professor associado III de Periodontia do Depto. de Clínica Odontológica – Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Resumo:

Objetivo: estudar as concepções dos pacientes alcoolistas, alcoolistas cirróticos e cirróticos não alcoolistas quanto à percepção de qualidade de vida, condição periodontal, perda dentária e uso ou não de prótese dentária. Material e métodos: estudo caso-controle com 194 pacientes, com idades entre 25 e 73 anos, atendidos no Serviço de Gastroenterologia do Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam/Ufes), quanto aos parâmetros: profundidade de sondagem, nível de inserção clínica, índice de placa visível, sangramento gengival, sangramento a sondagem, supuração, mobilidade dentária, lesões de furca e questionário OHIP-14. Resultados: a condição clínica dos pacientes mostrou predomínio de má qualidade de vida marcada por perda dentária extrema. Foram observadas perdas de inserção periodontais, predominância de placa dentária (p=0,002) e bolsas periodontais profundas (< 6 mm) no grupo-caso (p=0,035). Alguns parâmetros do OHIP-14 com significância (p < 0,001) foram observados com a condição clínica médica, especialmente nas categorias dos problemas ao falar, sentimento de constrangimento social e mastigação. Uma comparação foi realizada para avaliar a percepção dos pacientes alcoolistas e desdentados em relação ao OHIP-14, utilizando apenas as primeiras (nunca) e as últimas (sempre) respostas. A resposta "nunca" apresentou maiores percentuais nas questões 1 (91,8%); 2 (82,7%); 6 (69,4%); 7 (70,7%); 8 (88,3%); 9 (80,0%); 12 (90,4%); 13 (69,2%); e 14 (89,8%). A pergunta 5 obteve a resposta "sempre" como a maior porcentagem (73,3%) para o mesmo grupo. Conclusão: a condição clínica dos pacientes mostra efeitos significativos ao se correlacionar os parâmetros do OHIP-14 com a condição periodontal deteriorada e ausência considerável de próteses dentárias.

Unitermos:

Questionário; Perda dentária; Doença periodontal; Prótese dentária; Alcoolistas.

Abstract:

Objective: in the present study we studied the conceptions of alcoholic, cirrhotic alcoholic and non-alcoholic cirrhotic patients regarding perception of quality of life, periodontal condition, tooth loss and use of dental prosthesis. Material and methods: we evaluated 194 patients aged 25-73 years, attending the Gastroenterology Department of the University Hospital Cassiano Antônio de Moraes (Hucam/Ufes), regarding the parameters: probing pocket depth, clinical attachment loss, visible plaque, marginal gingival bleeding, bleeding on probing, suppuration, dental mobility, furcation lesions, and OHIP-14 questionnaire. Results: the clinical condition of the patients showed a predominance of poor quality of life marked by extreme dental loss. Periodontal attachment losses, predominance of dental plaque (p=0.002) and signifi cant deep pockets ( 6 mm) were observed in the case group (p=0.035). Some OHIP-14 parameters with signifi cance (p < 0.001) were also observed with the medical clinical condition, especially in the categories of speech problems, feeling of social embarrassment and chewing. A comparison was made to evaluate the perception of alcoholic and edentulous patients in relation to OHIP-14 using the fi rst (never) and the last (always) answers. The answer "never" presented higher percentages in questions 1 (91.8%); 2 (82.7%); 6 (69.4%); 7 (70.7%); 8 (88.3%); 9 (80.0%); 12 (90.4%); 13 (69.2%); and 14 (89.8%). Question 5 obtained the answer "always" as the highest percentage (73.3%) for the same group. Conclusion: the clinical condition of patients shows signifi cant effects when correlating with OHIP-14 parameters with the medical clinical condition, deteriorated periodontal condition and considerable absence of dental prostheses.

Key words:

Questionnaire; Tooth loss; Periodontal disease; Prosthesis; Alcoholics.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo