ImplantNewsPerio 2017 | V2N6 | Páginas: 1076-83

aPDT como coadjuvante no tratamento da periodontite agressiva localizada

aPDT as an adjuvant in the treatment of localized aggressive periodontitis – report of two cases

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Marina Módolo Cláudio1
Daniela Maria Janjacomo Miessi2
Marta Aparecida Alberton Nuernberg3
Valdir Gouveia Garcia4
Leticia Helena Theodoro5

1Aluna do programa de mestrado em Odontologia, área de Periodontia – FOA/Unesp.
2Mestra em Odontologia e aluna do programa de doutorado em Odontologia, área de Periodontia – FOA/Unesp.
3Mestra em Odontologia – UFPR; Aluna do programa de doutorado em Odontologia, área de Periodontia – FOA/Unesp.
4Professor titular da disciplina de Periodontia – FOA/Unesp.
5Professora adjunta da disciplina de Periodontia – FOA/Unesp.

Resumo:

A terapia fotodinâmica antimicrobiana (aPDT) tem demonstrado, em alguns estudos clínicos, ser efetiva como terapia coadjuvante à raspagem e alisamento radicular (RAR) na periodontite agressiva. Além dos efeitos antimicrobianos da aPDT, a irradiação com laser de baixa intensidade pode modular a resposta dos tecidos periodontais. O objetivo deste trabalho foi relatar o uso da aPDT como coadjuvante à RAR no tratamento de periodontite agressiva localizada. Duas pacientes do sexo feminino, com 31 e 23 anos de idade, sem envolvimento sistêmico, procuraram atendimento odontológico relatando desconforto ao mastigar. Clinicamente, observou-se presença de tecido gengival edemaciado e sinais de inflamação discretos. A média de sítios com profundidade a sondagem (PS) maior do que 4 mm foi de 15,43% e 4,93%, respectivamente. As duas pacientes foram submetidas à sessão única de RAR usando ultrassom e curetas manuais, seguida da aplicação da aPDT em todas as bolsas com PS  4 mm. O protocolo da aPDT seguiu os seguintes parâmetros: azul de metileno (10 mg/ml) seguido de irradiação com laser de baixa potência após um minuto da aplicação (AsGaAl, 660 nm, 100 mW, 48 segundos, 157 J/cm2). Na reavaliação, foi verificada diminuição média da PS de 1,16 mm (caso 1) e 1,13 mm (caso 2) nas bolsas tratadas com aPDT, com redução do número de sítios com sangramento em ambos os casos. De acordo com os resultados clínicos observados, sugere-se que a aPDT apresenta-se como uma terapia coadjuvante promissora no tratamento da periodontite agressiva localizada.

Unitermos:

Periodontite agressiva; Raspagem dentária; Fotoquimioterapia.

Abstract:

Antimicrobial photodynamic therapy (aPDT) has been shown, in some clinical studies, to be effective as an adjunct therapy to scaling and root planing (SRP) in aggressive periodontitis. In addition to the antimicrobial effects of aPDT, low intensity laser irradiation can modulate the response of periodontal tissues. The objective of this work is to report the use of aPDT as an adjuvant to SRP in the treatment of localized aggressive periodontitis. Two female patients, 31 and 23 years of age, without systemic involvement, sought dental care, reporting discomfort when chewing. Clinically, the presence of gingival swollen tissue and discrete signs of infl ammation were observed. The mean number of sites with probing depth (PD) greater than 4 mm was 15.43% and 4.93%, respectively. The two patients received a single SRP session using ultrasound and manual curettes, followed by the application of aPDT in all pockets with PS  4 mm. The aPDT protocol followed the parameters: methylene blue (10 mg/ml) followed by low-power laser irradiation after 1 minute of application (AsGaAl, 660 nm, 100 mW, 48 seconds, 157 J/cm2). The mean PD decrease of 1.16 mm (case 1) and 1.13 mm (case 2) in the pockets treated with aPDT were observed, with a reduction in the number of sites with bleeding in both cases. According to the clinical results observed, it is suggested that aPDT is a promising adjuvant therapy for the treatment of localized aggressive periodontitis.

Key words:

Aggressive periodontitis; Dental scaling; Photochemotherapy.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo