ImplantNewsPerio 2018 | V3N1 | Páginas: 25-37

Exposição persistente de tela de titânio em enxerto ósseo da maxila anterior: considerações e caso clínico

Persistent exposure of titanium mesh on the anterior bone-grafted maxilla: considerations and case report

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Sérgio J. Jayme1
Pedro Paulo Cardoso Pita2
Geraldo Paglia3
Ricardo Elias Jugdar4
Leonardo de Franco5
Jamil Awad Shibli6

1Doutor em Reabilitação Oral – Forp/USP; Mestre em Implantodontia – Unicastelo; Especialista em Prótese Dentária – Unisa; Especialista em Implantodontia – Abeno; Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia da APCD Vila Mariana; Vice-presidente da Academia Brasileira de Osseointegração (Abross).
2Mestre em Implantodontia – UNG; Especialista em Prótese Dentária – Unimes; Professor responsável pela prótese sobre implantes do curso de especialização em Implantodontia da APCD Vila Mariana.
3Doutorando em Implantodontia – UNG; Mestre em Periodontia – Universidade São Leopoldo Mandic; Especialista em Cirurgia Bucomaxilofacial – Unip; Especialista em Implantodontia – Soesp.
4Doutorando e mestre em Implantodontia – UNG; Especialista em Implantodontia – Universidade Metodista; Diretor clínico e coordenador dos cursos de implantes dentários na APCD Vila Mariana.
5Doutorando e mestre em Implantodontia – UNG; Especialista em Implantodontia; Professor do curso de Especialização em Implantodontia da APCD Vila Mariana.
6Doutor, mestre e especialista em Periodontia – Unesp; Professor da Universidade de Guarulhos.

Resumo:

A tela de titânio é um recurso importante e amplamente utilizado em diversos tipos de enxertos ósseos. Contudo, apresenta um alto índice de exposição, o que pode comprometer total ou parcialmente o tratamento. Nesse contexto, é importante o profi ssional compreender diferentes formas de lidar com essa intercorrência, possibilitando o melhor prognóstico possível do enxerto, além de diminuir o desconforto do paciente. O presente trabalho apresenta um caso clínico de enxerto particulado com tela de titânio na região anterior da maxila, com exposição precoce e persistente do enxerto, mesmo frente a diferentes intervenções. O relato descreve as abordagens envolvidas em diferentes momentos da exposição e discute os aspectos teóricos e práticos envolvidos, incluindo a etiologia, os biomateriais utilizados, sua relação com exposições ao meio bucal e as prováveis razões pela quais o enxerto não apresentou perda signifi cante de volume, mesmo após 41 dias exposto ao meio bucal.

Unitermos:

Enxerto ósseo; Material particulado; Maxila; Tela de titânio.

Abstract:

Titanium mesh is an important and widely used resource in several types of bone grafts. However, it has a high prevalence of exposure, which may partially or totally compromise the treatment. In this sense, it is important for the professional to understand different ways of dealing with this problem, allowing the best possible prognosis of the graft, besides reducing the discomfort of the patient. The present work presents a case report of particulate graft with titanium mesh in the anterior region of the maxilla, with early and persistent graft exposure, even in front of different interventions. This report describes the approaches involved in different times of exposition and discusses the theoretical and practical aspects involved, including etiology, the biomaterials used, its relation with exposures to the oral environment and the likely reasons why the graft did not present signifi cant loss of volume, even after 41 days exposed to the mouth.

Key words:

Bone transplantation; Particulate matter; Maxilla; Titanium mesh.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo