ImplantNewsPerio 2018 | V3N2 | Páginas: 274-82

Análise comparativa in vivo do potencial de osseointegração entre três marcas de implantes líderes no mercado europeu

In vivo comparative analysis of the osseointegration potential among three leading implant brands in the European market

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

João Pimenta1
Jaime Sardá Aramburú Júnior2
Berenice Anina Dedavid3
Sergio Alexandre Gehrke4

1Cirurgião-dentista – Clínica privada, Porto/Portugal.
2PhD e pesquisador do Biotecnos Research Center, Santa Maria/Brasil.
3PhD e professora do Departamento de Engenharia de Materiais – PUC/RS.
4PhD e diretor do Biotecnos Research Center, Santa Maria/Brasil; Professor catedrático da Universidade Católica San Antonio de Murcia (Ucam)/Espanha.

Resumo:

Objetivos: avaliar in vivo (histomorfometricamente) o potencial de osseointegração de três marcas comerciais de implantes consideradas como de primeira linha no mercado mundial. Material e métodos: seis coelhos New Zealand, de mesmo peso e idade, receberam 24 implantes de diâmetros similares e comprimentos iguais, de três marcas com tratamentos de superfície variados: G1 (Nobel Biocare, Nobel Replace), G2 (MIS, V3) e G3 (Straumann, Bone Level). Os implantes foram colocados nas metáfises proximais e distais seguindo os protocolos de osteotomia. Após anestesia e sacrífi co dos animais, os implantes foram retirados 45 dias depois para análise histomorfométrica. Ainda, um implante de cada marca foi submetido à análise por MEV (Philips XL30) com diferentes aumentos, sendo as imagens obtidas no modo BSEs. A porcentagem de contato osso-implante entre os grupos foi analisada pelo teste Anova (α=0,05). Resultados: os três modelos de tratamento superficial produziram alta osteocondutividade e boa formação óssea, não havendo diferença entre os valores BIC (p=0,94). Conclusão: as três superfícies testadas apresentaram um grau de osseointegração muito similar.

Unitermos:

Implante Dental; Macrogeometria; Microgeometria; Superfície; Osseointegração.

Abstract:

Objectives: to evaluate by histomorphometrical methods (in vivo) the osseointegration potential of three different implant brands in the world market. Material and methods: six New Zealand rabbits of similar weight and age received 24 dental implants of similar diameters and same length, with three different implant surfaces G1 (Nobel Biocare, Nobel Replace), G2 (MIS, V3), e G3 (Straumann, Bone Level). The implants were installed at the proximal mesial and distal surfaces according the recommend osteotomies. After anesthesia and sacrifice, the implants were retrieved 45 days later for histomorphometrical analysis. Also, one implant from each company was evaluated under SEM BSE mode. The BIC percentage among groups was compared by statistical analysis (One-way ANOVA, 5% level of significance). Results: all three different implant surfaces provided high osteoconductivity and good bone formation, with no significant   differences (p=0.94). Conclusion: similar osseointegration patterns were verified among the three tested implant brands.

Key words:

Dental Implant; Macrogeometry; Microgeometry; Surface; Osseointegration.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo