ImplantNewsPerio 2018 | V3N3 | Páginas: 463-72

Avaliação do aumento ósseo obtido após cirurgias de enxerto em seio maxilar com um biomaterial aloplástico

Evaluation of bone augmentation obtained after maxillary sinus grafting with alloplastic biomaterial

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Roberta Michels1
Leonardo Bez2
Patricia Avila Ribeiro3

1Graduanda em Odontologia – Universidade do Extremo Sul Catarinense.
2Doutorando e mestre em Implantodontia – Universidade Federal de Santa Catarina; Coordenador de especialização em Implantodontia – Universidade do Extremo Sul Catarinense.
3Mestre em Patologia Bucal – São Leopoldo Mandic; Especialização em Imaginologia e Radiologia – Abeno.

Resumo:

Objetivos: avaliar o aumento ósseo com um biomaterial aloplástico no seio maxilar. Materiais e métodos: foram selecionados seis pacientes, totalizando nove seios maxilares, que realizaram cirurgia de reconstrução óssea em região posterior de maxila. Todas as cirurgias de elevação do seio maxilar traumáticas utilizaram o biomaterial sintético Straumann Bone Ceramic. Os pacientes realizaram uma tomografia pré-operatória, e uma após seis meses do ato cirúrgico, em que foram obtidas medidas lineares horizontais e verticais na imagem panorâmica da tomografia e medidas lineares horizontais e verticais no corte sagital da tomografia, ambas no centro das imagens. Resultados: identificou-se 100% de sucesso nas cirurgias de elevação de seio maxilar, em que verticalmente obteve-se diferença estatística significante (p < 0,05) e horizontalmente sem significância estatística (p > 0,05). Em média, obteve-se ganho vertical ósseo de 14,73 mm na imagem panorâmica e 16,05 mm no corte sagital, e espessura 20,82 mm na imagem panorâmica e 11,37 mm no corte sagital. Conclusão: o biomaterial sintético Straumann Bone Ceramic demonstrou-se excelente para a reconstrução de seios maxilares.

Unitermos:

Seio maxilar; Tomografia computadorizada cone-beam; Enxerto ósseo; Straumann bone ceramic.

Abstract:

Objectives: to evaluate bone augmentation using an alloplastic material. Material and methods: six patients (9 maxillary sinuses) underwent surgical bone reconstruction at the posterior maxillary region. All surgeries were performed after atraumatic sinus membrane lifting and packing of Straumann BoneCeramic. Also, CBCTs were made at baseline and 6 months later to generate horizontal and vertical measurements at the panoramic and sagittal view modes both at the center of the images. Results: operative procedures were considered 100% successful. At the vertical dimension, statistical differences were obtained (p<0.05) but no significant differences were seen in the horizontal dimension (p>0.05). Overall, the vertical mean gain was 14.73mm at the panoramic and 16.05mm at the sagittal sections, being the observed thicknesses of 20.82mm and 11.37mm, respectively. Conclusion: the Straumann BoneCeramic  biomaterial provided excellent results for maxillary sinus reconstructions.

Key words:

Maxillary sinus; Cone-beam computed tomography; Bone graft; Straumann bone ceramic.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo