ImplantNewsPerio 2018 | V3N3 | Páginas: 563-9

Depressão e transtorno afetivo bipolar – existe associação com a periodontite?

Depression and bipolar affective disorder – is there an association with periodontitis? - literature review

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Fabiano Araújo Cunha1
Rafael Pachoal Esteves Lima1
Maria Aparecida Gonçalves de Melo Cunha2
Maurício Augusto Aquino de Castro3

1Professor adjunto de Periodontia – UFMG.
1Professor associado de Periodontia – UFMG; Coordenador do curso de doutorado em Periodontia – UFMG.
2Professora adjunta de Saúde Coletiva e Ortodontia da Faculdade de Odontologia Newton Paiva/MG.
3Professor adjunto de Radiologia – UFJF, campus avançado Governador Valadares.

Resumo:

Estudos epidemiológicos sugerem que a depressão pode alterar a instalação e a progressão da doença periodontal. O processo inflamatório, induzido pela depressão e o biofilme dentário, podem atuar sinergicamente estimulando uma intensa resposta do sistema imunológico, influenciando a progressão das doenças periodontais. O objetivo do presente trabalho é revisar a literatura em relação aos principais trabalhos que investigaram a possível correlação entre a depressão e a doença periodontal. Concluiu-se que a maioria dos estudos publicados até o momento sugerem que a depressão pode alterar significativamente a resposta do hospedeiro, tanto no nível comportamental quanto imunológico. Em relação ao transtorno afetivo bipolar e a periodontite, a maioria dos estudos publicados, até o momento, não apresentam estratégias metodológicas que avaliem corretamente a possível associação entre a doença periodontal e o transtorno bipolar especificamente. São necessários maiores estudos com metodologias que envolvam as características epidemiológicas, microbiológicas e imunológicas dessa possível associação, propiciando um melhor entendimento da doença.

Unitermos:

Depressão; Transtorno afetivo bipolar; Fator de risco; Periodontite.

Abstract:

Epidemiological studies suggest that depression can after the onset and progression of periodontal disease. The inflammatory process induced depression and biofilm can synergistically stimulate an intense immune response influencing the progression of periodontal diseases. The aim of this paper is to review the literature on the main studies that investigated the possible correlation between depression and periodontal disease. It was concluded that most studies published suggests that depression can significantly alter the host response at both the behavioral and immune aspects. In relation to bipolar affective disorder and periodontitis, most of the studies published do not present methodological strategies that correctly evaluate the possible association between periodontal disease and bipolar disorder specifically. More studies are needed with methodologies that involve the epidemiological, microbiological and immunological characteristics of this possible association, providing a better understanding of for a possible association.

Key words:

Depression; Bipolar affective disorder; Risk factor; Periodontitis.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo