ImplantNewsPerio 2018 | V3N4 | Páginas: 741-6

A importância do biotipo peri-implantar

The importance of periodontal biotype – a literature review

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Amélia Zaquia Nauef Matar1
Eignes Dias Felipe de Souza Lizardo1
Rafael Luiz da Silva Nascimento Melo1
Fabiano Araújo Cunha2
Maria Aparecida Gonçalves de Melo Cunha3

1Acadêmicos do 10º período do curso de graduação em Odontologia – Centro Universitário Newton Paiva.
2Professor adjunto de Periodontia – UFMG.
3Professora adjunta de Saúde Coletiva – Centro Universitário Newton Paiva; Especialista em Ortodontia – Abepo; Mestra e doutoranda em Saúde Coletiva – UFMG.

Resumo:

A estética do tecido mole peri-implantar é um fator de suma importância para o sucesso das reabilitações orais que utilizam implantes. Os defeitos peri-implantares, como ausência de tecido queratinizado, perda de papila e de espessura de tecido mole com exposição do componente protético, tornam a estética prejudicada. Portanto, a manutenção desses tecidos se faz muito importante, pois qualquer fator que altere negativamente o volume, a forma e a saúde dos tecidos peri-implantares poderá resultar em um fracasso estético no tratamento proposto. Para um correto planejamento, as características biológicas dos tecidos peri-implantares e as dificuldades oferecidas pelo fenótipo periodontal do paciente devem sempre ser consideradas. O objetivo dessa revisão da literatura foi descrever a importância do biotipo periodontal na decisão do melhor momento para o manejo dos tecidos moles em Implantodontia. Concluiu-se que a identificação do biotipo do paciente para a manipulação cirúrgica dos tecidos moles é fundamental, pois as características histológicas e anatômicas individuais regem os cuidados específicos e as limitações de cada caso, além de ser um importante fator para a seleção do momento adequado de intervir cirurgicamente.

Unitermos:

Biotipo gengival; Biotipo periodontal; Cirurgia peri-implantar; Cirurgia plástica periodontal.

Abstract:

The aesthetics of the peri-implant soft tissue is a factor of paramount importance to the success of implant-supported rehabilitations. Periimplant defects such as lack of keratinized tissue, loss of papillae, and loss of soft tissue thickness with exposure of the prosthetic components compromise the aesthetic results. Therefore, tissue maintenance becomes very important because any factor that adversely change the volume, shape, and peri-implant tissue health could result in a failure in the proposed aesthetic treatment. For a correct planning, the biological characteristics of peri-implant tissues and difficulties offered by periodontal phenotype must always be considered. The purpose of this literature review is to describe the importance of periodontal phenotype regarding the best time for soft tissue management in implant dentistry. We conclude that the identifi cation of patient phenotype upon surgical manipulation of soft tissues is critical due to the histology and individual anatomy governing the care and specific limitations of each case, in addition to being an important factor in the selection of appropriate time for surgical interventions.

Key words:

Gingival biotype; Periodontal biotype; Peri-implantar surgery; Periodontal plastic surgery.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo