ImplantNewsPerio 2018 | V3N5 | Páginas: 867-72

Análise retrospectiva de três anos das taxas de sobrevivência de implantes

Retrospective analysis of three-year implant survival rates

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Michelle Bianchi de Moraes1
Fernando Vagner Raldi1
Rodrigo Dias Nascimento1
Marcus Bueno de Oliveira2
Paula Caroline de Almeida3

1Professores assistentes doutores da disciplina de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial – ICT/Unesp.
2Especialista em Implantodontia – Uningá.
3Mestranda em Ciência e Tecnologia Aplicada à Odontologia – Unesp.

Resumo:

Objetivo: avaliar retrospectivamente os implantes instalados, por três anos consecutivos, em curso de pós-graduação. Material e métodos: através da análise dos prontuários dos pacientes atendidos nos cursos em Implantodontia na escola CEO (SJC), entre 2013 e 2015. O ano da instalação do implante, a idade e sexo dos pacientes, a região de instalação, a quantidade de implantes dentários instalados, o sistema do implante, o sucesso na osseointegração, a plataforma protética, o torque e a presença de osso nativo ou enxertado foram usados como critérios de inclusão. Resultados: foram selecionados 98 prontuários, com 110 implantes instalados em maxila e 151 em mandíbula. Deste total, apenas quatro não apresentaram osseointegração, sendo todos no sexo feminino, três no ano de 2014 e um em 2015. Conclusão: diante dos dados analisados, foi possível observar o maior índice de perda de implantes em mulheres, com média de idade de 49,99 anos, sendo a plataforma protética mais acometida o hexágono externo em maxila.

Unitermos:

Implantes dentários; Reabilitação oral; Estudo retrospectivo.

Abstract:

Objective: to retrospectively evaluate implants installed at the postgraduation course during three consecutive years. Material and methods: patient charts attending the courses of implantology at the CEO (SJC) school between 2013 and 2015 were analyzed. The year of implant installation, patient's age and gender, region of installation, number of dental implants installed, implant system, implant success, prosthetic platform, torque values, presence of native or grafted bone were all used as inclusion criteria. Results: a total of 98 files were selected, with 110 implants installed in the maxilla and 151 implants in the mandible, being that only four did not present osseointegration, all in the female gender (3 in 2014 and 1 in 2015). Conclusion: considering the limits of this study, higher implant losses were seen in women, with a mean age of 49.99 years, being most affected the prosthetic platform represented by the external hexagon in the maxillary arch.

Key words:

Dental implants; Oral rehabilitation; Retrospective study.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo