ImplantNewsPerio 2019 | V4N3 | Páginas: 534 - 540

Classificação do tipo de periodonto: fenótipo, biotipo ou morfotipo?

Classification of the periodontium: phenotype, biotype or morphotype? A review study

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Rafaelly Cabral1

Danilo Lopes Ferreira Lima2

Luceana Barreira Forte3

Márlio Ximenes Carlos4

Olívia Morais de Lima Mota5

Sérgio Luís da Silva Pereira6

1Especialista em Periodontia – Universidade de Fortaleza.

2Doutor em Ciências da Saúde – UFRN; Professor do curso de Odontologia – Universidade de Fortaleza.

3Mestra em Odontologia – Universidade de Fortaleza.

4Mestre em Odontologia/Clínicas Odontológicas Integradas – São Leopoldo Mandic; Professor do curso de Odontologia – Universidade de Fortaleza.

5Mestra em Periodontia – Boston University; Professora do curso de Odontologia – Universidade de Fortaleza.

6Doutor em Periodontia – FOP/Unicamp; Professor do curso de Odontologia – Universidade de Fortaleza (Unifor).

Resumo:

Objetivo: verificar, por meio de revisão da literatura, os métodos para classificar os tipos periodontais, bem como as terminologias utilizadas para classificá-los. Material e métodos: realizou-se uma busca sistematizada em três bases de dados (Medline, Lilacs e Scielo), através de quatro portais (PubMed, Portal Capes, Ebsco e Biblioteca Virtual em Saúde) entre os meses de janeiro e abril de 2018. Foram selecionados artigos escritos em inglês, português ou espanhol utilizando as palavras-chaves: “periodonto”, “gengiva”, “morfotipo”, “biotipo” e “fenótipo”, seguindo critérios de inclusão/exclusão. Resultados: foram recuperados 106 artigos, sendo 72 em inglês e 34 em português/espanhol. Apenas 38 foram usados, 22 possuíam os termos procurados no título em inglês e 16 em português/espanhol, sendo 18 estudos randomizados e 20 casos-controle. Na língua inglesa, o termo mais utilizado nos títulos dos estudos foi “biotipo gengival”, enquanto que em português/espanhol foi “biotipo periodontal”. Conclusão: há predominância da classificação que leva em consideração somente o tecido gengival, bem como a terminologia “biotipo periodontal” em relação às demais. A utilização de tomografias, além de ser uma tendência futura, possibilitará um melhor julgamento da situação óssea, permitindo uma classificação mais consistente.

Palavras-chave:

Periodonto; Gengiva; Fenótipo; Classificação.

Abstract:

Objective: investigate, through literature review, the methods to classify the periodontal types, as well as the terminology used to classify them. Material and methods: a systematic review was carried out in three databases (Medline, Lilacs and Scielo) through four portals (PubMed, Portal Capes, Ebsco and Virtual Health Library) between January and April 2018. Articles written in English, Portuguese or Spanish using the key words "periodontium", "gingiva", "morphotype", "biotype" and "phenotype", were selected following inclusion/exclusion criteria. Results: a total of 106 articles, 72 in English and 34 in Portuguese/Spanish, were retrieved. Only 38 were used, 22 articles had the terms in the title in English and 16 in Portuguese/Spanish, being 18 randomized studies and 20 case control. In English language the most used term in the titles of the studies was gingival biotype, whereas in Portuguese/Spanish it was periodontal biotype.
Conclusion: there is a predominance of the classification that takes into account only the gingival tissue as well as the terminology periodontal biotype in relation to the others. The use of CT scans, besides being a future trend, will allow a better judgment of the bone situation allowing a more consistent classification.

Key words:

Periodontium; Gingiva; Phenotype; Classification.
  • Imprimir
  • Indique a um amigo