ImplantNewsPerio 2019 | V4N4 | Páginas: 700 - 711

Estabilidade óssea peri-implantar de implante cone-morse friccional com acompanhamento de dois anos

Peri-implant bone estability of frictional Morse cone type dental implants: a 2-year follow-up

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Autor(es):

Madalena Lucia Pinheiro Dias Engler1
Thiago Gemelli2
Rafael Cury Cecato3
Augusto Magalhães Benfatti4

1 Mestra e doutoranda em Implantodontia – Cepid/UFSC.

2Especializando em Implantodontia – Epog; Especialista em Ortodontia – ESO/Funorte; Mestrando em Ortodontia – São Leopoldo Mandic

3Especialista em Periodontia – PUCPR; Mestre em Implantodontia – Cepid/UFSC.

4Mestre e doutor em Implantodontia – Cepid/UFSC; Professor adjunto do Depto. de Odontologia – UFSC

Resumo:

O tratamento com implantes osseointegráveis e próteses sobre implantes é mundialmente aceito como uma modalidade satisfatória para repor dentes perdidos, especialmente em casos unitários. A instalação de um implante imediatamente após a exodontia também é indicada, quando possível, por reduzir o tempo de tratamento. A escolha do tipo de implante a ser instalado deve ser norteada pela busca por alcançar e manter a osseointegração e a estabilidade óssea peri-implantar, sem reabsorções de tecido. A conexão cone-morse friccional favorece a obtenção desse resultado, por não permitir micromovimentações na interface implante/componente protético, possuir efeito platform switching e facilitar a formação de distâncias biológicas. Este artigo apresenta um relato de caso de implante imediato do tipo cone-morse friccional, reabilitado e há dois anos em função, apresentando alta estabilidade óssea peri-implantar e ausência de reabsorções.

Palavras-chave:

Implante dentário; Cone-morse; Prótese sobre implante; Estabilidade óssea.

Abstract:

Treatment with implants and implant prostheses is widely accepted as a satisfactory modality for restoring missing teeth, especially in single unit cases. The placement of an implant immediately after extraction is also indicated, when possible, for it reduces treatment time. The choice of the type of implant to be placed should be guided by the pursuit to achieve and maintain osseointegration and peri-implant bone stability without tissue resorption. The frictional morse cone connection favors the achievement of this result, as it does not allow micromovements at the implant-abutment interface, has a platform switching effect and facilitates the formation of biological distances. This article presents a case report of an immediate implant of the frictional cone morse type, rehabilitated and in function for 2 years, showing high peri-implant bone stability and absence of resorption.

Key words:

Dental implant; Morse cone; Implant-supported prosthesis; Bone stability
  • Imprimir
  • Indique a um amigo