Publicado em: 02/12/2016 às 17h14

Implante imediato em alvéolos de extração com deiscência das tábuas vestibulares

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Sob coordenação dos Profs. Drs. Antônio W. Sallum e Paulo Rossetti, editores científicos da revista ImplantNewsPerio, elaboramos uma resenha crítica dos artigos que foram destaque em periódicos de circulação internacional. Este é um deles, confira!

Sarnachiaro GO, Chu SJ, Sarnachiaro E, Gotta SL, Tarnow DP. Immediate implant placement into extraction sockets with labial plate dehiscence defects: a clinical case series. Clin Implant Dent Relat Res 2016;18(4):821-9.

Por que é interessante: mede a reconstrução da tábua vestibular em alvéolos de extração com deiscência usando um aloenxerto + membrana de colágeno e um cicatrizador personalizado.

Desenho experimental: em dez pacientes, as TCFS foram realizadas antes da extração, logo depois da enxertia e colocação do implante (dia 0), e entre seis e nove meses após a cirurgia. As medidas foram realizadas nos níveis coronal (L1), médio (L2) e apical (L3).

Os achados: o ganho total na tábua em L1 e L2 foi de 3 mm. A espessura de 2 mm foi obtida em todos os sítios seis a nove meses depois sem levantamento de retalho, com arquitetura gengival satisfatória.

Conclusão: a junção membrana, enxerto e cicatrizador personalizado é fundamental em alvéolos de extração com deiscência vestibular para recuperar a tábua óssea.

Veja o artigo original em: goo.gl/qIv5UN.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo