Publicado em: 06/10/2017 às 11h30

IN 2017 foi palco de conhecimento sem fronteiras

Profissionais de todas as áreas da reabilitação oral vieram de todo o Brasil e de diversos países para atualização de conhecimento.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo


 

Texto: Renata Putinatti e Flavius Deliberalli

Imagens: Panóptica Multimídia


Uma das particularidades do IN 2017 – Latin American Osseointegration Congress é reunir profissionais de todas as áreas da reabilitação oral, vindos de todo o Brasil e de diversos países – principalmente da América Latina. Mesmo em um ano instável econômica e politicamente, ficou clara a preocupação dos profissionais de Odontologia em investir na atualização de conhecimento.

Essa percepção é comprovada pelos números: a edição 2017 do evento alcançou 5.504 participantes. Os brasileiros foram a maioria e somaram 5.315 pessoas, provenientes dos 26 estados e do Distrito Federal. Dentre os estrangeiros de 13 países diferentes, a delegação do Peru contou com o maior número de congressistas, seguida por Bolívia, Chile e Argentina.


O QUE DIZEM OS CONGRESSISTAS

“Foi a minha primeira vez no IN e aproveitei bastante. O evento é muito bom e grande, com a participação de diversas empresas e grandes nomes da Implantodontia, e estimula o desenvolvimento profissional. A feira também é muito boa e interessante.” 
Renan Ferreira Natal, do Rio de Janeiro (RJ)


“Participo de um grupo que veio especifi camente para o IN, e a cada dois anos estamos aqui para atualização. Este congresso foi um dos melhores que já participei. Gostei muito das mesas-redondas e das Corporate Sessions. É interessante saber o ponto de vista das empresas mais voltado para o lado científico.”
Marcel Quezada Mostajo, da Bolívia


“O Plantão de Dúvidas foi bem interessante, uma novidade que achei muito legal.”
Ângela Teresa, de Belo Horizonte (MG)


“Estou fazendo pós-graduação em São Paulo. Esta foi minha primeira vez no IN, o que vai ajudar muito no aprimoramento da minha prática diária.”
Rodolfo Campos, da Bolívia


“O congresso é muito interessante, assisti a várias palestras e mesas-redondas. A feira também valeu muito a pena, pois os preços estavam bons e com várias novidades.”
Silvia Fernandes, de Cachoeiro de Itapemirim (ES)


“Gostei dos cursos de imersão, principalmente do professor Jamil Shibli. Além da feira ser muito boa, nela é possível ver as variáveis do que você pode ter no seu consultório.” 
Carlos José Figueira Lage, de Guanhães (MG)


“Eu venho sempre, e sempre há novidades. É um congresso forte e atualizado. Na área de implantes, é um dos melhores.”
Elza Kiyohara Nakae, de São Paulo (SP)


“As palestras abordaram temas bastante atuais, com muitas novidades. Vamos embora com a sensação de que precisamos nos atualizar mais.”
Mayara Marques, de Petrópolis (RJ)


“O que mais me chamou atenção foi a questão das fresadoras digitais, sobre as quais eu tinha muitas dúvidas. Porém, visitei alguns expositores e sanei todas. Também teve a palestra do José Cícero Dinato, no auditório Plantão de Dúvidas, que me ajudou bastante.”
Juliana Socas Vanoni Diez, de Lages (SC)


“Gostei muito da palestra do professor Maurice Salama. Este era o principal contexto de minha busca no congresso. Visitei a feira toda, fiz algumas compras e estou indo embora feliz.”
Kemper Carlos Pereira, de Rondonópolis (MT)


“Já vim ao IN algumas vezes, mas há duas edições que eu não participava. Gostei muito das explanações sobre cirurgias guiadas. Tudo estava muito bonito e me surpreendeu mais do que nas outras vezes.”
Graziene Vasconcelos, de Brasília (DF)


“Todos os cursos são de alto nível e os organizadores estão de parabéns, pois foram muito felizes na escolha das empresas e dos palestrantes.”
Decio Bisognin, de Macapá (AP)


“Já participei de outras edições do IN e adoro as conferências, pois os professores apresentam os trabalhos que estão realizando. Foi uma semana muito proveitosa.”
Julia Bellinazzi, de São Gabriel da Palha (ES)


PERFIL GEOGRÁFICO DOS PARTICIPANTES

 

 

 

 


 


 

 

 

 

 
  • Imprimir
  • Indique a um amigo