Publicado em: 27/03/2018 às 10h33

FGM triplica o otimismo no futuro

A empresa catarinense começa a colocar em prática seu projeto de expansão para alcançar a meta de triplicar os resultados obtidos no último ano.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo
Bianca Mittelstadt aposta no contato com os implantodontistas para atestar o sistema Arcsys. (Fotos: divulgação)


Por Adilson Fuzo e Andressa Trindade 


Para muitas empresas, o ano de 2018 já começou aquecido. No caso da FGM, o motivo do otimismo se deve a um trabalho que teve início há dois anos, com muito planejamento, e que hoje mostra resultados positivos. Rumo ao terceiro ano no mercado, o sistema de implantes Arcsys vive a fase de consolidação dentro e fora do País.

Para Bianca Mittelstadt, que dirige a empresa ao lado de Freddy Mittelstadt, o contato com os implantodontistas é o melhor termômetro para atestar o momento vivido pelo sistema. "Antigamente, tínhamos que explicar conceitos inovadores e a quebra de paradigma que o sistema trouxe. Hoje, já estamos fechando negócios e traçando nossas estratégias para o futuro”, comenta.

Ao mesmo tempo em que novos clientes chegam, os antigos permanecem. E ainda há a ampla gama de clientes internacionais, como Peru, Chile, Guatemala e países do Oriente Médio. Segundo Bianca, 2017 fechou com saldo positivo, superando todas as expectativas – vale lembrar que a mensuração começou no início da introdução do sistema Arcsys no mercado. “Agora, a meta é triplicar”, resume, otimista.

Para atingir suas metas, a FGM aposta na tecnologia exclusiva de angulação dos componentes protéticos do Arcsys. “As grandes clínicas e consultórios não sentem de imediato. Porém, à medida que vão se familiarizando e utilizando o sistema, vão percebendo o quanto a logística é fácil, pois os componentes são intercambiáveis e equivalem a menos da metade dos componentes presentes em sistemas convencionais", detalha.

 

DISCUSSÃO DE CONHECIMENTO

Principalmente na área da Saúde, não se estabelece uma base de negócios tão ampla sem um background educativo que viabilize o uso prático e crítico das inovações. “Temos como premissa a implementação de novas linhas e novos produtos por meio da educação. Queremos mostrar ao mercado que somos mais do que uma detentora de tecnologias”, afirma a diretora. A empresa catarinense investe em artigos, pesquisas, capacitação de professores, escolas de especialização e aperfeiçoamento, parceria com clínicas e cursos práticos e teóricos no Brasil – e nos países em que atua.

Bianca destaca também que as escolas estão muito receptivas às novidades do sistema Arcsys e percebem que podem perder alunos se não oferecerem o que há de tendência, inovação e última tecnologia. “Hoje, a FGM conta com embaixadores por todo o Brasil, profissionais que descobriram em um novo sistema um conjunto de tecnologias capaz de proporcionar reabilitações orais e estéticas de uma forma nunca antes vista”, explica a diretora.

A motivação maior da iniciativa é materializar e colocar na mesa as discussões com embasamento científico e, assim, concretizar e ao mesmo tempo disseminar todo o conhecimento científico que envolve a FGM, tanto na área Estética quanto na Implantodontia. “Nós valorizamos a troca e a diversidade de ideias, por isso, mantemos dois grupos de estudo nas redes sociais, o Arcsys Study Group e o FGM Estética Study Group, e também promovemos mais de 600 cursos e capacitações anualmente, em diversas partes do Brasil e do mundo”, acrescenta.

 

PARA CRESCER, É PRECISO PLANEJAR

Por considerar que 2018 seja o ano de consolidação do sistema Arcsys, a empresa está trabalhando incessantemente nesse portfólio de produtos, sobretudo focando em treinamento e expansão de sua estrutura física. 

Para triplicar os resultados, de acordo com a meta estabelecida, as equipes internas e de vendas foram ampliadas. A FGM já conta com especialistas em gestão de mercado, de marketing e de treinamento, não só para os executivos de venda, como também para o televendas. “Se o foco é fidelizar os clientes do sistema Arcsys, nada mais natural do que a equipe de vendas estar alinhada e preparada para apresentar o produto de forma ética, sempre ressaltando a qualidade e os principais diferenciais, como redução de tempo, de estoques, e a possibilidade de personalização etc.", revela, ao complementar que o mais importante é deixar o cliente seguro de que está recebendo um sistema de alta qualidade e com 100% dos componentes inspecionados.

Uma vez assumida a ambiciosa meta de triplicar as vendas, é preciso dar suporte na entrega do produto. Por isso, a FGM – que opera com três centros logísticos, dois deles estrategicamente alocados em grandes cidades - já avalia a possibilidade de expansão e ampliação. “Será um ano desafiador, sem dúvida alguma, mas também repleto de possibilidades. Estamos nos preparando para atingir um grau de excelência que nos permitirá aproveitar todas as oportunidades no momento em que elas surgirem", finaliza Bianca.

 

 

  • Imprimir
  • Indique a um amigo