Publicado em: 26/09/2018 às 15h10

Rui Santos: a essência de um empreendedor

Referência no mercado editorial de livros odontológicos, Rui Santos fala sobre o crescimento e a importância da produção nacional de conteúdo especializado.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo
(Foto: divulgação)

O conhecimento não está somente nas telas dos computadores – que o digam os cirurgiões-dentistas que, cada vez mais, buscam atualização profissional em publicações especializadas. E essa é justamente a missão assumida pelo paulistano Rui Santos, desde que iniciou a empreitada de editar e comercializar livros, há 32 anos: distribuir conteúdo de qualidade visando o desenvolvimento humano e profissional.

Formado e licenciado em Física, ele se tornou vendedor de livros das áreas médica e odontológica por necessidade financeira, em 1974. “Eu queria ter coisas que não conseguia comprar. Naquela época, eu dava aulas de física e química, mas a renda como professor não cobria os meus gastos”, relembra.

A experiência adquirida sobre publicações de Medicina o levou a apresentar diversos títulos para importantes bibliotecas de São Paulo, com a finalidade de completar os acervos, contemplando todas as especialidades. Com isso, muitas instituições e profissionais do setor também solicitaram a curadoria de Rui Santos para montar um acervo de obras, dentre eles o Prof. Dr. Euryclides de Jesus Zerbini (médico do Depto. de Cardiologia do Hospital das Clínicas de São Paulo) e o Prof. Sebastião de Almeida Prado Sampaio (reconhecido dermatologista).

No entanto, foi pelo incentivo do Prof. Manoel Carlos Müller de Araújo, da Faculdade de Odontologia da Universidade de Campinas (FOP/Unicamp), que Rui Santos começou a publicar livros focados em Odontologia e entrou de vez para o mercado editorial, fundando em 1986, junto com seu pai, a Santos Editora – que funcionou até 2008, quando foi incorporada ao Grupo Gen.

Paralelamente, ele comandava outro projeto: a Quintessence Editora, que desde a sua criação, na década de 1980, manteve-se focada exclusivamente em Odontologia. Atualmente, a empresa segue o mesmo conceito, publicando obras de autores nacionais e também traduzidas. Além dos dez funcionários internos, a equipe é formada ainda por colaboradores externos, como tradutores e revisores. Como resultado, produz entre 25 e 30 novos títulos por ano.

Rui Santos afirma que, nessas três décadas dedicadas à edição de livros, já foi responsável por colocar no mercado mais de mil obras, tanto de Odontologia quanto de Medicina. Embora seja um marco importante em sua história de vida, o editor ainda não está satisfeito. “Considero esse um número baixo para um país com tantas escolas e profissionais de Saúde”, observa.

Outro passo importante foi a consolidação da marca Quintessence no Brasil, que permitiu uma dinâmica orgânica e recíproca com os autores, que não somente são incentivados a produzir conteúdo, como também procuram a editora já com o material pronto e querendo publicá-lo.
 

DESAFIOS PARA O FUTURO

Uma editora do porte e com a história da Quintessence – cujo nome remete à química e significa o que há de essencial e mais importante – mostra que a cultura do impresso não será substituída pelo on-line. “O maior desafio do empresário desse setor é manter e incentivar o hábito de consumir livro, mesmo na era digital. Novas tecnologias agregam ao livro novas possibilidades para levar com mais eficiência um conteúdo de qualidade aos leitores”, reflete o empresário.

Sabemos que conhecimento e desenvolvimento profissional andam lado a lado, e não é diferente na Odontologia brasileira. Por isso, Rui Santos afirma que o mercado editorial não só acompanhou a evolução dessa área, como também acelerou a divulgação de novas tecnologias e procedimentos, além de difundir o avanço da indústria desse setor.

Quando mira no futuro, ele pensa em aumentar a gama de títulos de autores nacionais. “Só assim a indústria brasileira de conteúdo especializado pode crescer, e cada vez mais ficarmos independentes de literatura internacional”, conclui.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo