Publicado em: 28/11/2018 às 09h31

Três erros que (quase sempre) cometemos nas extrações

Guaracilei Maciel Vidigal Júnior conta que há três erros cruciais em regeneração ou na preservação do rebordo alveolar.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Tradicionalmente, quando fazemos uma extração, cometemos três erros cruciais se pensarmos em regeneração ou até mesmo na preservação do rebordo alveolar. Nas duas últimas décadas, com o aumento significante de procedimentos de preservação do rebordo alveolar, como a execução de extrações sem retalhos, os três erros/manobras continuaram a ser executados em um grande número de casos.

Estas manobras foram ensinadas desde o mais tenro aprendizado odontológico: o curso de graduação. Porém, é sempre importante questionar sobre a Odontologia praticada hoje – já que ela não é mais a Odontologia dos nossos pais ou avós. Na época deles, as extrações eram feitas para pacientes que iriam receber próteses totais convencionais, sendo assim não havia, por exemplo, preocupação com os resultados estéticos de uma extração na região anterior das arcadas. Atualmente, quando as extrações ocorrem nestas áreas, em uma grande parcela da população, são frutos de acidentes, fraturas radiculares, problemas endodônticos ou periodontais que afetam dentes isolados, com tecidos de suporte e dentes vizinhos hígidos. Por isso, as consequências estéticas da extração se tornaram extremamente relevantes em uma grande parcela dos consultórios dentários. Infelizmente, esta ainda não é uma realidade no Sistema Único de Saúde (SUS).

O primeiro erro ocorre antes da cirurgia, quando passamos para o paciente as recomendações dos cuidados pós-cirúrgicos. Com frequência, prescrevemos (corretamente) uma solução antisséptica – geralmente a solução de clorexidina a 0,12% – para o paciente higienizar a região no pós-operatório. Entretanto, muitas vezes, o paciente acaba bochechando com a solução ou mesmo com a água após as escovações, como está acostumado a fazer. Invariavelmente, a pressão intraoral causada pelo bochecho remove o coágulo recém-formado do interior do alvéolo (Figura 1). Nesta situação, sem o coágulo, a mucosa oriunda das margens gengivais, como um mecanismo de proteção, migra forrando todas as paredes do interior do alvéolo (Figura 2). Quando isso acontece, o processo de formação óssea no interior do alvéolo fica impedido de ocorrer (Figura 3).

Figura 1 – Aspecto clínico de um alvéolo
vazio uma semana após a exodontia.
Figura 2 – Observar a margem mucosa
recobrindo as paredes internas do alvéolo.

 

Figura 3 – Imagem radiográfica mostrando a mesma área da Figura 2.

 

O segundo erro transcorre durante a cirurgia, quando realizamos a manobra de Chompret (Figura 4), que consiste na compressão digital do alvéolo usando os dedos polegar e indicador imediatamente após a extração. Um interessante estudo realizado no Brasil mostrou que esta manobra diminui a dimensão bucopalatina do rebordo no terço cervical em 6,2%1, podendo até mesmo causar a fratura da parede óssea vestibular, que é extremamente fina e delicada, especialmente na região anterior da maxila2.

 

Figura 4 – Manobra de Chompret. 


O terceiro erro ocorre na finalização da cirurgia, quando realizamos as suturas. De forma quase imediata, essa simples manobra pode diminuir a dimensão bucolingual em mais de 0,5 cm (Figuras 5 e 6). Uma perda em espessura desta magnitude pode levar, em casos de necessidade de reconstrução tecidual, a um ou mais procedimentos cirúrgicos de elevada complexidade para recuperação das dimensões perdidas, nem sempre com resultados previsíveis.

Figura 5 – Vista oclusal do rebordo imediatamente após a exodontia do incisivo central superior esquerdo. A sonda periodontal mostra uma distância de 8 mm entre as margens gengivais vestibular e palatina.

 

Figura 6 – Vista oclusal da mesma área mostrada na Figura 5, imediatamente após a realização de três suturas interrompidas. A distância entre as margens gengivais vestibular e palatina foi reduzida para 2 mm.

 

Assim, a mudança de hábitos arraigados desde o início de nossa formação pode nos conduzir a uma Odontologia mais previsível e com menor morbidade para o paciente. Os princípios da manutenção do espaço original do alvéolo e da manutenção do coágulo mecanicamente estabilizado, preconizados pela técnica da reconstrução alveolar proteticamente guiada (RAPG)3-9, conduzirão a resultados estéticos e biológicos superiores àqueles obtidos com a técnica de extração convencional e seus três erros clássicos.

 

 

REFERÊNCIAS

1. Botelho HL. Manobra de Chompret: alterações dimensionais alveolares vestíbulo palatinas em regiões homólogas que foram submetidas a exodontia [dissertação]. São Paulo: Universidade de São Paulo, Faculdade de Odontologia; 2011 (DOI:10.11606/D.23.2011.tde-20092011-173159).

2. Huynh-Ba G, Pjetursson BE, Sanz M, Cecchinato D, Ferrus J, Lindhe J et al. Analysis of the socket bone wall dimensions in the upper maxilla in relation to immediate implant placement. Clin. Oral Impl. Res. 2010;21:37-42 (DOI: 10.1111/j.1600-0501.2009.01870.x).

3. Vidigal Jr. GM. Requisitos para a RAPG (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/132801).

4. Vidigal Jr. GM. Resultados estéticos com a RAPG (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/132888).

5. Vidigal Jr. GM. Bases biológicas da RAPG (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/132888).

6. Vidigal Jr. GM. RAPG: onde podemos chegar. Parte 1 (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/133494).

7. Vidigal Jr. GM. RAPG: onde podemos chegar. Parte 2 (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/133629).

8. Vidigal Jr. GM. Cicatrizadores personalizados para a RAPG (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/143725).

9. Vidigal Jr. GM. Como preparar a porção subgengival das próteses para a RAPG (http://www.inpn.com.br/InPerio/Materia/Index/143971).

 

Guaracilei Maciel Vidigal Júnior

Especialista e mestre em Periodontia – UFRJ; Livre-docente em Periodontia e especialista em Implantodontia – UGF; Doutor em Engenharia de Materiais – Coppe/UFRJ; Pós-doutorando em Periodontia e professor adjunto – Uerj.

 

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • Indique a um amigo