Publicado em: 31/05/2019 às 09h20

Raio x do Instituto P-I Brånemark

Instituição elenca os esclarecimentos necessários que pautam a transparência e seriedade dos trabalhos conduzidos.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo

Diante dos preparativos para retomada das atividades do P-I Brånemark Institute, em Bauru, elencamos os esclarecimentos necessários que pautam a transparência e seriedade dos trabalhos conduzidos. Confira a seguir.
 

1. O que é o P-I Brånemark Institute?

Uma associação sem fins lucrativos, cujo objetivo é oferecer tratamento baseado na Osseointegração à população mais desprovida de recursos e gerar/disseminar conhecimento. Trata-se da continuidade da obra do Prof. Per-Ingvar Brånemark no município de Bauru, no interior de São Paulo. Sua história é representada pelos atendimentos a pacientes com necessidade de próteses intra e extraorais sobre implantes, bem como pelo ensino da prática da Osseointegração por meio de cursos de pós-graduação. Quase dois mil pacientes já foram reabilitados, em um total de aproximadamente 32 mil atendimentos realizados com recursos próprios, sem qualquer verba pública e muito trabalho de equipes voluntárias de diversas partes do Brasil e do mundo.
 

2. Como funciona a diretoria do P-I Brånemark Institute?

É constituída por membros e conselheiros previamente associados e sem qualquer remuneração financeira, controlada por um estatuto de direitos e deveres. Os setores jurídico e contábil são independentes e remunerados mensalmente. Esta nova diretoria foi empossada em janeiro de 2019, com mandato até dezembro de 2022, e busca resgatar a continuidade das atividades do instituto, ampliando seu escopo assistencial, sem perda dos princípios determinados pelo seu fundador. Saiba mais em www.pibranemarkinstitute.org.br.
 

3. O P-I Brånemark Institute e o Brånemark Osseointegration Center são a mesma entidade?

Não. O Brånemark Osseointegration Center (BOC) é uma rede de centros de Osseointegração de caráter privado fundada por P-I Brånemark e sua esposa, Barbro Kristina Brånemark, que possui vários parceiros em diversos países. Já o P-I Brånemark Institute constitui a continuidade do instituto que foi criado na Suécia, em Gotemburgo, na clínica Carlanderska. Trata-se de um projeto de vida de Brånemark, que transferiu recursos e, inclusive, mobiliário da clínica para o Brasil, com foco no atendimento de pacientes com restrições financeiras.


4. Como são gerados os recursos financeiros para o instituto?

• Associados: anuidade simbólica;

• Parcerias com empresas: valor mensal fixo, contrato mínimo de um ano;

• Rendimento dos cursos: workshops, palestras, pós-graduação lato-sensu em parceria com o Centro Universitário Ingá (Uningá) e a APCD/Bauru.


5. Como posso me tornar uma empresa parceira?

Empresas do setor médico/odontológico devem entrar em contato com o diretor presidente, Mauricio de Almeida Cardoso, ou com o diretor financeiro, Paulo Henrique Orlato Rossetti. Todas as parcerias são revisadas previamente pelo setor jurídico e recebem contrapartida não financeira do instituto.


6. Não tenho uma empresa de produção, mas possuo uma clínica com atendimento médico/odontológico e gostaria de participar do projeto de parceria. O que devo fazer?

Basta contatar o setor administrativo para análise da proposta e formalização de um contrato. Fale com o diretor presidente Maurício Cardoso (maucardoso@uol.com.br) ou com o diretor financeiro Paulo Rossetti (rossetti.paulo@gmail.com).


7. Como funcionam os cursos de pós-graduação lato-sensu no P-I Brånemark Institute?

Em parceria com a unidade de pós-graduação da Uningá, onde estão depositados os projetos pedagógicos. Estes cursos são teóricos e práticos, seguem a carga horária mínima estabelecida e têm como exigências frequência (teoria/prática) e apresentação do trabalho de conclusão.

 

Figuras 1 e 2 – Exemplos do protocolo de atendimento básico com implantes intraorais na maxila e mandíbula feitos no P-I Brånemark Institute, em Bauru (SP).

 

 

Figura 3 – Finalização protética sobre implantes.

 

Figuras 4 e 5 – Exemplos de próteses extraorais de nariz e olho feitas no instituto. Reabilitação realizada pelo protesista Marcelo Ferraz de Oliveira.

 

Figuras 6 e 7 – Exemplos de implantes extraorais e prótese auricular feitas no P-I Brånemark Institute. Reabilitação realizada pelo protesista Marcelo Ferraz de Oliveira.

 

  • Imprimir
  • Indique a um amigo