Publicado em: 12/08/2019 às 07h45

Ateliê Oral International Meeting: gestão e atualização clínica em um único encontro

Ao longo de três dias, a programação do encontro reuniu nomes de destaque no mundo corporativo e na Odontologia.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo
Encontro recebeu mais de 800 participantes de 23 estados brasileiros. (Fotos: Panóptica Multimídia)

 

Por Flavius Deliberalli

Evolução profissional foi a palavra de ordem do Ateliê Oral International Meeting 2019, que aconteceu entre os dias 13 e 15 de junho no Palácio das Convenções do Anhembi, em São Paulo, e recebeu mais de 800 participantes de 23 estados brasileiros.

Esta segunda edição do encontro mostrou aos cirurgiões-dentistas que a Odontologia moderna vai além da tradicional atualização de técnicas e procedimentos que envolvem a rotina clínica e o mundo digital, já que contemplou aspectos relacionados à liderança, formação e gerenciamento de equipes, inovação e marketing. “Neste momento, a tecnologia já faz parte da realidade dos dentistas e a grande mudança agora foi colocar o paciente no centro de tudo”, explica Marcelo Kyrillos, sócio-diretor do Ateliê Oral.

Além de destaques do mundo corporativo, a programação foi composta por especialistas em questões administrativas, moda e comportamento. A atualização clínica ficou a cargo de professores renomados internacionalmente, que discutiram aspectos de alta performance em Implantodontia, Prótese Dentária, Ortodontia, Odontopediatria e integração de especialidades. O encontro ainda foi complementado pela Expo Ateliê Oral, que contou com mais de 50 empresas da área odontológica.
 

UM CAPÍTULO À PARTE CHAMADO GESTÃO

Grandes nomes do mundo corporativo e da mídia, como Clóvis de Barros Filho, Martha Gabriel, Marcio Fernandes e Tadeu Schmidt, passaram pelo palco do Auditório Celso Furtado, no Anhembi, para falar sobre ética, carreira, marketing, mundo digital e gestão de pessoas.

O gerenciamento da carreira esteve em pauta no segundo dia do evento, quando Dario Adolfi, Luiz Baratieri e Celso Orth – todos cirurgiões-dentistas brasileiros com atuação consagrada –, desvendaram detalhes sobre suas respectivas trajetórias pessoais e profissionais. Encerrando a série de abordagens nesse contexto, Serginho Groisman fez uma palestra especial que teve grande participação do público.

Paralelamente a esta programação, o Auditório #LIVE ofereceu uma série de palestras mais curtas, com consultores especializados em questões financeiras, jurídicas e organizacionais, além de moda e comportamento.
 

Equipe Ateliê Oral: Gustavo Giordani, Luis Calicchio, Marcelo Kyrillos, Marcelo Moreira e Wagner Nhoncance.


ODONTOPEDIATRIA EM FOCO

O Ateliê Oral Kids, encontro destinado aos odontopediatras, discutiu temas relacionados ao empreendedorismo e aspectos clínicos, como a definição do risco de cárie, novas filosofias microinvasivas e invasivas, diagnósticos e tratamentos no contexto da erosão dentária, além de como realizar uma consulta preventiva de forma científica, harmônica e empática, visando melhorar o fluxo de conversões de pacientes.

A programação reuniu os professores Gabriel Politano, Cidinha Machado, Thiago Ardenghi, Salete Nahas, José Carlos Imparato e Marcelo Bonecker.
 

ATUALIZAÇÃO CLÍNICA DE ALTA PERFORMANCE

As atividades de atualização clínica foram desenvolvidas ao longo de dois dias. A primeira delas foi uma mesa-redonda que discutiu as transformações causadas pela digitalização de processos na Odontologia, mediada por Oswaldo Scopin e com as interações de August Bruguera (Espanha), Sidney Kina, Florin Cofar (Romênia) e Allan Vicentini.

De acordo com Scopin, a digitalização da Odontologia é inevitável. Porém, os profissionais da área devem estar atentos para não pular etapas nesse momento de mudanças. “Não podemos nos iludir. Dentista que realiza Odontologia restauradora tem que saber fazer diagnóstico, planejamento, preparo dental, moldagem e controle clínico”, enfatiza.

A programação do encontro apresentou ainda um ciclo de conferências sobre a integração entre a cirurgia ortognática e a estética orofacial, que consistiu em explanações de Mario Zuolo, Marcos Pitta e Wilson Aragão.

As técnicas avançadas em Reabilitação Oral foram discutidas de maneira aprofundada pelos professores Iñaki Gamborena (Espanha), Federico Ferraris (Itália) e Ertty Silva em cursos de imersão. Ferraris falou sobre a relação compósitos versus cerâmica e o protocolo Adhesthetics, enquanto Gamborena destacou as mudanças de paradigma na Implantodontia, ao abordar a importância do enxerto de tecidos moles. Por fim, Silva discutiu os diagnósticos 3D.

  • Imprimir
  • Indique a um amigo