INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 14/02/2013 11h09

Estudo compara diferentes superfícies de implante em cicatrização de xenoenxerto bovino

Análise crítica do artigo publicado no Journal of Clinical Periodontology.

A cada edição da revista PerioNews, a equipe do Prof. Antonio Wilson Sallum promove a análise crítica de alguns dos artigos científicos de maior destaque publicados em periódicos de circulação internacional. Eles é um deles. Confira!

Roccuzzo M, Bonino F, Bonino L, Dalmasso P. Surgical therapy of peri-implantitis lesions by means of bovine-derived xenograft: comparative results of a prospective study on two different surfaces. J Clin Periodontol 2011;38:738-45.

Por que é interessante: o objetivo desse estudo prospectivo foi avaliar e comparar a cicatrização, após cirurgia regenerativa, por meio de um xenoenxerto bovino, e descontaminação dos implantes, em defeitos ao redor de duas superfícies diferentes de implantes.

Desenho experimental: 26 pacientes com um defeito tipo cratera, ao redor de implantes com superfícies TPS (controle) ou SLA (teste), com uma profundidade de sondagem ≥ 6 mm e nenhuma mobilidade no implante, foram incluídos nesse estudo. A superfície do implante foi mecanicamente debridada e tratada usando um gel de EDTA a 24% e gel de clorexidina a 1%. O defeito ósseo foi preenchido com um xenoenxerto bovino e o retalho foi suturado ao redor do implante não submerso.

Os achados: um ano de acompanhamento demonstrou melhoras clínicas e radiográficas. As profundidades de sondagem foram significantemente reduzidas em 2,1 mm ± 1,2 mm nos implantes controle e em 3,4 mm ± 1,7 mm nos implantes teste. O preenchimento completo do defeito não foi encontrado ao redor dos implantes controle, enquanto que nos implantes teste ocorreram em três dos 12 implantes. O sangramento a sondagem diminuiu de 91,1 ± 12,4% (controle) e 75,0 ± 30,2% (teste) para 57,1 ± 38,5% (p = 0,004) e 14,6 ± 16,7% (p = 0,003), respectivamente. Muitas bolsas profundas (≥ 6 mm) ainda estavam presentes após a terapia cirúrgica aos redor dos implantes controle.

Comentários: as características de superfície do implante podem ter um impacto no resultado clínico após debridamento cirúrgico, desinfecção das superfícies contaminadas e enxertia com xenoenxerto bovino. Um completo preenchimento do defeito ósseo parece não ser um resultado previsível. Mais estudos longitudinais são necessários para verificar se um preenchimento do defeito ósseo com incompleta reosseointegração é suficiente para garantir uma manutenção favorável, a longo prazo, dos implantes.

Unitermos: Biomaterial; Bone substitute; Defect fill; Peri-implantitis; Surgical treatment.

Revisado por: Viviene Santana Barbosa. Mestranda em Periodontia - FOP-Unicamp.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters