INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 04/05/2013 16h33

Variáveis preditoras de risco e progressão da periodontite

Análise crítica do artigo originalmente publicado no Journal of Clinical Periodontology.

A cada edição da revista PerioNews, a equipe do Prof. Antonio Wilson Sallum promove a análise crítica de alguns dos artigos científicos de maior destaque publicados em periódicos de circulação internacional. Este é um deles. Confira!

Lorentz TCM, Cota LOM, Cortelli JR, Vargas AMD, Costa FO. Prospective study of complier individuals under periodontal maintenance therapy: analysis of clinical periodontal parameters, risk predictors and the progression of periodontitis. J Clin Periodontol 2009;36:58-67.

Por que é interessante: esse estudo prospectivo teve como objetivo monitorar um subconjunto de indivíduos brasileiros incluídos em um programa de terapia de manutenção periodontal regular e avaliar a influência desse programa no padrão periodontal, bem como analisar o impacto dos variáveis preditores de risco nesse padrão ao longo de um período de um ano.

Desenho experimental: o presente trabalho foi um estudo coorte aberto, prospectivo, com um total de 150 indivíduos apresentando periodontite crônica moderada a avançada com, no mínimo, quatro sítios com profundidade de sondagem 4 mm e perda de inserção clínica 3 mm com sangramento a sondagem e/ou supuração e evidência radiográfica de perda óssea. Os pacientes deveriam ter finalizado o tratamento periodontal ativo em um período de menos de quatro meses para ser incorporado no programa de manutenção e ter pelo menos 14 dentes em boca. Os seguintes parâmetros periodontais foram avaliados: profundidade de sondagem, nível de inserção clínica, sangramento a sondagem, supuração, envolvimento de furca, índice de placa e exames radiográficos. Além disso, variáveis sociais, demográficas e biológicas de interesse dos indivíduos foram coletadas nas rechamadas trimestrais, ao longo do período de um ano. O efeito das variáveis de interesse no padrão periodontal e progressão da periodontite foi testado pelas análises logísticas uni e multivariadas.

Os achados: um total de 130 indivíduos (86,7%) mostrou padrão periodontal estável, enquanto 20 indivíduos (913,3%) apresentaram progressão da periodontite; 28 indivíduos (18,66%) apresentaram perda dentária que resultou em um total de 47 dentes perdidos (1,38%). Diabetes não foi associado com progressão da periodontite (p = 0,67). O fumo foi significativamente associado com maior progressão da periodontite (Odds Ratio = 2,7, 95% intervalo de confiança 1,01-7,22).

Comentários: programas de manutenção periodontal podem estabilizar a condição periodontal obtida após terapia periodontal ativa, bem como controlar a ação das variáveis de risco para a progressão da periodontite, o que pode refletir em uma melhor qualidade de vida aos indivíduos susceptíveis. Por isso, a importância da conscientização do paciente à aderência ao programa de manutenção periodontal sugerido.

Unitermos: Compliance; Periodontal maintenance; Progression of periodontitis; Risk factors.

Revisado por: Viviene Santana Barbosa. Mestranda em Periodontia - FOP-Unicamp.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters