INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 1/23/2012 45h0

Visagismo - a arte de personalizar o desenho do sorriso


Uma das maiores preocupações do mundo contemporâneo está relacionada à imagem. Tais características podem ser vistas através da busca incansável pela perfeição. Dentro deste conceito, a VM Cultural Editora, junto a Bráulio Paolucci e equipe, lançou a obra Visagismo - a arte de personalizar o desenho do sorriso, a qual, através de técnicas, mostra como customizar o sorriso de acordo com a personalidade do paciente, ideal para profissionais com necessidades de estudo sobre estética bucal geral.

O livro acende o debate sobre os impactos psicocomportamentais causados por intervenções clínicas e busca colaborar na construção de uma Odontologia mais humanizada. Pretende levar uma nova abordagem ao profissional da área, com soluções personalizadas aos seus pacientes, através de um desenho de sorriso que represente visualmente suas principais características.
A obra, com projeto gráfico arrojado, possui 252 páginas com imagens clínicas, de alta qualidade, de nove casos reabilitados pela técnica. Os interessados podem ler um capítulo do livro aqui.

Sorriso e identidade pessoal

A Medicina mudou seu conceito, antes contemplada apenas como ciência, atualmente, passou a ser respeitada como arte. E a Odontologia também evoluiu nessa ideia. Os pacientes não apenas desejam um sorriso saudável, como também bonito. E o que é beleza? Como definir? É difícil chegar a um consenso, mas, de acordo com estudiosos, beleza é, por definição, simetria, equilíbrio, harmonia e proporção.

O Visagismo era considerado somente uma técnica para harmonizar o que envolvia o rosto, como corte de cabelo ou maquiagem, por exemplo. Porém, através da obra Visagismo, Harmonia e Estética, o artista plástico Philip Hallawell estabeleceu uma nova opinião sobre o que seria a criação ou a adequação da imagem pessoal. Seu estudo ensinou a combinar a imagem da face à personalidade do indivíduo.

Tendo conhecimento da metodologia de Hallawell, Paolucci percebeu que poderia unir as ideias apresentadas pelo artista plástico à Odontologia. A adaptação feita por Paolucci faz com que o cirurgião-dentista passe a conhecer o paciente no âmbito psicológico, com suas particularidades e desejos, para, assim, poder orientá-lo quanto às possibilidades de expressão visual e definir o que será criado em termos de desenho de sorriso. Dessa forma, o Visagismo odontológico de Paolucci conseguiu inter-relacionar conceitos de Psicologia e Antropologia com as diversas formas de arte.

"Conheci Philip em um curso de Visagismo e me encantei com a metodologia e a fundamentação científica do seu livro. Depois disso, me afastei dos trabalhos clínicos e me dediquei a uma profunda pesquisa bibliográfica por dois anos. Durante esse período, procurei desenvolver uma técnica específica para a aplicação da teoria de Hallawell na Odontologia, amparada também por outros autores consagrados da Odontologia, como Claude Rufenacht, Chiche, Fradeani, entre outros", explica Paolucci.

Depois da técnica de Visagismo aperfeiçoada, Paolucci começou a aplicá-la em seus pacientes.

Para garantir bons resultados, antes de começarem o tratamento, os pacientes passam por uma entrevista na qual são avaliados alguns aspectos da personalidade de maneira não aprofundada. "Espera-se que ao fim dessa análise, o paciente tenha refletido sobre suas principais características psicológicas e comportamentais. E, assim, possa orientar o dentista sobre quais dessas qualidades gostaria de expressar no desenho do seu sorriso. Para alcançar esse objetivo, faço uso de elementos visuais e reproduzo visualmente essa intenção", diz.

Paolucci também explica a razão da procura por um sorriso perfeito e sua relação entre a identidade pessoal. "De fato, nossa imagem pessoal é a sede da nossa identidade visual, especialmente nosso rosto. A boca é um dos elementos mais observados pelo olho humano, afinal, o conjunto de linhas e formas que compõe o desenho do sorriso lhe confere uma expressão visual. Por isso, é importante que dentistas e técnicos trabalhem de maneira consciente na escolha dessas formas e linhas da reabilitação, de modo que esses elementos visuais estejam em harmonia com as características de seus pacientes", comenta.

A proposta do Visagismo em Odontologia é colaborar para que os profissionais atinjam as expectativas dos pacientes. "A aplicação do Visagismo em Odontologia estética está bem desenvolvida. O foco agora é aperfeiçoar esse conceito nas grandes reabilitações, como próteses totais com ou sem implantes. Esses casos representam o maior desafio para a obtenção da naturalidade, pois o profissional não possui muitas referências. Por isso, temos a certeza que o Visagismo pode contribuir muito na obtenção de melhores resultados. Os casos mais complexos, envolvendo reabilitação de desdentados totais, serão apresentados no segundo volume", completa.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters