INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 1/23/2012 45h1

Publicação expõe casos clínicos de biomanipulação tecidual passo a passo


A cirurgia periodontal tem cada vez mais procura nos consultórios odontológicos. Isso porque a plástica nos tecidos gengivais foi aprimorada e a tecnologia especializada na área avançou muito nas últimas décadas. Na obra Biomanipulação tecidual - procedimentos estéticos reconstrutivos em Periodontia e Implantodontia, lançada pela VM Cultural Editora, os autores Zulene Alves Ferreira, Walter Martins Júnior e colaboradores mostram, em 300 páginas, os casos clínicos de maior incidência direcionados aos cirurgiões-dentistas que atuam na interface Implantodontia/Periodontia.

O livro é um guia de consulta para aprimorar conhecimentos em situações cirúrgicas. O objetivo foi apresentar um conteúdo com possibilidades de tratamentos clínicos para a correção das diferentes condições periodontais e peri-implantares. Os leitores têm acesso desde casos de deslize de retalho até extração e colocação imediata de implantes osseointegrados, sempre com diagnóstico contextualizado e comentários que discutem resultados obtidos, procedimentos feitos, técnicas e recomendações clínicas.

Por sua leitura caracterizada com uma linguagem clínica e prática, a obra foi o livro de destaque do IN 2011, maior congresso do país sobre Osseointegração e Implantodontia, que reuniu 5 mil profissionais de toda a América Latina. A autora selecionou os casos clínicos que mais eram vistos no dia a dia, com a ajuda de uma equipe composta por 18 profissionais especializados.

A publicação foi dividida em duas partes: cirurgia plástica periodontal e reconstrução tecidual peri-implantar. "A primeira, inicialmente, abordou casos mais simples de tratamentos de recessão, apenas de um dente, e depois foram inseridos casos mais complexos como defeitos verticais e trato de sorriso gengival. A parte de reconstrução também seguiu a mesma linha de pensamento, iniciou-se com técnicas de preservação de alvéolo, ou seja, uma abordagem realizada previamente, e depois, mostrou processos feitos simultaneamente e tardiamente à colocação de implantes", explica a autora.

A utilização de microscópios durante os procedimentos cirúrgicos atuais permitiu que o objeto visualizado aumentasse em 20 vezes e, consequentemente, possibilitou que as cirurgias fossem cada vez menos invasivas, com um processo de recuperação rápido do paciente e esteticamente satisfatório. Essas tecnologias proporcionaram segurança no tratamento, tanto para quem é tratado quanto para o profissional.

Zulene finaliza destacando as principais conquistas nos procedimentos reconstrutivos em periodontia e implantodontia nos últimos anos. "Creio que os principais avanços nos tratamentos clínicos foram as proteínas morfogenéticas-emdogain, ou seja, engenharia tecidual; a utilização de manipulação tecidual em 90% dos casos de implantes e enxerto de conjuntivo, que é um procedimento indispensával para o obtenção de um resultado estético e funcional equilibrado; e deslocamento de músculo, uma técnica nova para correção de sorriso gengival, que requer treinamento simples e gera resultados fantásticos!"

Para mais informações sobre o livro, clique aqui.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters