INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 1/23/2012 45h0

O uso de Biomateriais em Odontologia


A VM Cultural Editora e os autores José Mauro Granjeiro e Glória Dulce de Almeida Soares lançam a obra Biomateriais em Odontologia: princípios, métodos investigativos e aplicações.

Com o objetivo de auxiliar os profissionais no conhecimento do biomaterial, o livro demonstra, através do trabalho dos próprios pesquisadores, mecanismos para a aplicação clínica, de maneira segura, e que atinjam as expectativas do paciente.
A publicação aborda o tema em mais de 200 páginas, é a mais completa obra sobre biomateriais, mostra o que há de mais atual no mercado e as pesquisas mais recentes na área. Os capítulos são fortemente amparados por literatura atualizada e divulgam trabalhos desenvolvidos pelos próprios pesquisadores ao longo dos anos, oferecendo uma visão singular em cada categoria.

O livro

O que determina o sucesso de uma cirurgia com o biomaterial é a sua aceitação pelo corpo humano em longo prazo. Justamente por existirem diversos métodos e materiais diferentes, o grande desafio dos biomateriais é a sua correta utilização. É preciso dominar os procedimentos e distinguir os materiais para indicá-los apropriadamente ao paciente.

No livro, Granjeiro e Dulce procuram direcionar o profissional a escolher e a refletir sobre as aplicações e os materiais mais adequados para cada situação. "Nosso objetivo foi retratar o cotidiano de modo que pudéssemos mostrar os pontos fortes e fracos das diversas técnicas que usamos e, em alguns casos, apresentar as controvérsias e os desafios existentes em algumas áreas, como a engenharia de tecidos e a aplicação clínica de biomateriais", afirma o autor.

Saber escolher o procedimento correto influencia diretamente na qualidade final da cirurgia. Uma técnica bem aplicada e um material de boa procedência diminuem consideravelmente os riscos do paciente. "Não se deve deixar de lado o acompanhamento contínuo de um paciente portador de biomaterial. Quanto maior a compreensão do biomaterial na fase de desenvolvimento, menor tende a ser o risco de complicações", diz Granjeiro.

As vantagens da utilização do biomaterial são muitas, além da regeneração de tecidos ser esteticamente viável. O seu processamento industrial contribuiu para o melhor controle de produção em grande escala. Por outro lado, há o risco da presença de resíduos potencialmente tóxicos. Dessa forma, é importante haver um grande controle depois do seu lançamento para garantir a segurança dos pacientes.

O biomaterial representa um grande avanço para a sociedade, afinal, a busca da Medicina pela regeneração de tecidos não é de hoje. "Neste cenário, os biomateriais poliméricos e as técnicas de engenharia tecidual vem se destacando, tanto pelo uso de células progenitoras como de fatores de crescimento. O biomaterial é o princípio da Medicina Regenerativa, que visa restaurar o estado normal do órgão/tecido sem deixar marcas, promovendo sua reabilitação", finaliza o autor.

Os interessando em ler um capítulo do livro aqui.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters