INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe   Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 03/07/2015 11h55

Considerações atuais sobre a estética peri-implantar

Uma abordagem sobre a adoção de parâmetros para avaliação do resultado estético de implantes.

A comparação de resultados de diferentes estudos sobre implantes imediatos é um desafio à Implantodontia. Em um estudo de revisão de sistemática em que se avaliou 351 resumos, selecionou-se 156 artigos para leitura completa. Após a seleção destes artigos, analisaram-se 17 estudos prospectivos e 17 estudos retrospectivos e concluiu-se que, no momento, “devido à heterogeneidade dos estudos, não é possível comparar os resultados de implantes instalados imediatamente após a extração com implantes instalados em áreas cicatrizadas” (Quirynen et al, 2007).

Recentemente, em outra revisão sistemática, Shi et al, (2014), não observaram diferenças significantes no índice de estética rosa (PES) quando compararam a técnica de implantes imediatos e implantes mediatos (instalados entre 12 e 16 semanas após as extrações), em pacientes com o fenótipo gengival espesso e osso vestibular intacto, em curto período de acompanhamento (≤ 4 anos). Portanto, com a evolução das técnicas, cirúrgicas e protéticas, dos implantes osseointegrados, associada à evolução de novos, os resultados do tratamento dos implantes imediatos não mais se baseiam somente na avaliação da taxa de sucesso/sobrevivência dos implantes. Esta evolução/revolução veio acompanhada pelo aumento da exigência de resultados estéticos ótimos, aumentando o interesse científico pela avaliação do resultado estético dos tratamentos (Cosyn et al, 2012a; Hof et al, 2013).

Diversas variáveis podem influenciar o resultado estético do tratamento com implantes (Jung et al, 2008), como a morfologia da área (Huynh-Ba et al, 2010; Maia et al, 2013), a forma do defeito ósseo alveolar (Barcelos et al, 2008), a técnica cirúrgica (Barros et al, 2009), os materiais e projetos de implantes/pilares protéticos (Lee et al, 2007; Shin et al, 2006) e o uso de substitutos ósseos (Tarnow et al, 2014) e enxerto de tecido conjuntivo (Kan et al, 2009).

Portanto, a preocupação da quantificação em uma escala, do quanto novos procedimentos ou técnicas têm afetado a nossa estética, é altamente justificável. Em 2005, Fürhauser et al, propuseram um índice para avaliar o resultado estético do tratamento com implantes unitários, o índice de estética rosa (PES). O PES avalia sete parâmetros dos tecidos moles: papila mesial e distal; contorno e nível da margem; convexidade do processo alveolar, cor e textura da mucosa. Belser et al, 2009, propuseram associar ao PES um índice para avaliar a qualidade da restauração protética que emerge da mucosa sobre o implante, o índice de estética branca (WES). Este índice avalia os seguintes parâmetros da coroa clínica: forma, cor, textura, volume, translucidez e caracterização. Todos os parâmetros do PES/WES são avaliados através da comparação direta com o dente homólogo contralateral, e um valor 0, 1 ou 2 é assinalado para cada um dos parâmetros. O valor 0, o pior, é dado quando se observa uma grande discrepância na avaliação; o valor 1 é dado quando se observa uma pequena discrepância; e o valor 2 é dado a grande semelhança ao dente contralateral. O PES tem sido usado também em Periodontia, na avaliação de procedimentos cirúrgicos, na região estética (Buser et al, 2009; Cosyn et al, 2012b).

Desde o trabalho clássico de Wöhrle (1998), a colocação imediata da coroa provisória sobre o implante imediato pós-exodontia tem se mostrado como um procedimento previsível e incapaz de comprometer a osseointegração (Groisman et al, 2003), diminuindo o número de etapas e tempo do tratamento, aumentando o grau de satisfação do paciente. Entretanto, uma das possíveis vantagens do tratamento, a preservação do osso pré-existente e os consequentes benefícios têm sido questionados na literatura (Chen et al, 2009). Portanto, a revisão dos aspectos clínicos e biológicos da técnica torna-se importante.

Ainda que alguns estudos avaliem diferenças em parâmetros clínicos usando variáveis contínuas como: grau de retração gengival em milímetros (Cabello et al, 2013), ou perda óssea marginal e profundidade de sondagem (Cordaro et al, 2013), nestas condições a avaliação do resultado estético não ocorre. Portanto, atualmente, não basta simplesmente o implante se tornar osseointegrado, especialmente na região estética, para considerá-lo como um sucesso. A adoção de parâmetros objetivos de avaliação do resultado estético do tratamento é fundamental para a confirmação deste sucesso.

 

Referências

  • Barcelos MJ, Novaes Jr. AB, Conz MB, Harari ND, Vidigal Junior GM. Diagnosis and treatment of extraction sockets in preparation for implant placement:report of three cases. Braz Dent J 2008;19:159-64.
  • Barros RRM, Novaes Jr AB, Papalexiou V. Buccal bone remodeling after immediate implantation with a flap or flapless approach: a pilot study in dogs. Int J Dent Implants Biomat 2009;1:45-51.
  • Belser UC, Grütter L, Vailati F, Bornstein MM, Weber H-P, Buser D. Outcome evaluation of early placed maxillary anterior single-tooth implants using objective esthetic criteria: a cross-sectional, retrospective study in 45 patients with a 2- to 4-year follow-up using pink and white esthetic scores. J Periodontol 2009;80:140-51.
  • Buser D, Halbritter S, Hart C, Bornstein MM, Grütter L, Chappuis V, Belser UC. Early implant placement with simultaneous guided bone regeneration following single-tooth extraction in the esthetic zone: 12-Month results of a prospective study with 20 consecutive patients. J Periodontol 2009;80:152-62.
  • Cabello G, Rioboo M, Fábrega JG. Immediate placement and restoration of implants in the aesthetic zone with a trimodal approach: soft tissue alterations and its relation to gingival biotype. Clin Oral Implants Res 2013;24:1094-100.
  • Chen ST, Darby IB, Reynolds EC, Clement JG. Immediate implant placement postextraction without flap elevation. J Periodontol 2009;80:163-72.
  • Cordaro L, Torsello F, Chen S, Ganeles J, Brägger U, Hämmerle C. Implant-supported single tooth restoration in the aesthetic zone: transmucosal and submergerd healing provide similar outcome when simultaneous bone augmentation is needed. Clin Oral Implants Res 2013;24:1130-136.
  • Cosyn J, De Bruyn DE, Dierens M, De Rouck T. Single implant treatment in healing versus healed sites of the anterior maxilla: an aesthetic evaluation. Clin Implant Dent Relat Res 2012a;14:517-26.
  • Cosyn J, Cleymaet R, Hanselaer L, De Bruyn H. Regenerative periodontal therapy of infrabony defects using minimally invasive surgery and a collagen-enriched bovine-derived xenograft: a 1-year prospective study on clinical and aesthetic outcome. J Clin Periodontol 2012b;39:979-86.
  • Fürhauser R, Florescu D, Benesch T, Mailath G, Watzek G. Evaluation of soft tissue around single-tooth implant crowns: The Pink Esthetic Score. Clin Oral Implants Res 2005;16:639-44.
  • Groisman M, Frossard WM, Ferreira HMB, Menezes LMF, Touati B. Single-tooth implants in the maxillary incisor region with immediate provisionalization: 2-year prospective study. Pract Proced Aesthet Dent 2003;15(2):115-22.
  • Hof M, Pommer B, Strbac GD, Suto D, Watzek G, Zechner W. Esthetic evaluation of single-tooth implants in the anterior maxilla following autologous bone augmentation. Clin Oral Impl Res 2013;24:88-93.
  • Huynh-Ba G, Pjetursson BE, Sanz M, Cecchinato D, Ferrus J, Lindhe J, Lang N. Analysis of the bone wall dimensions in the upper maxila in relation to the immediate implant placement. Clin Oral Implant Res 2010;21:37-42.
  • Jung RE, Pjetursson BE, Glauser R, Zembic A, Zwahlen M, Lang NP. A systematic review of the 5-year survival and complication rates of implant-supported single crowns. Clin Oral Implants Res 2008;19:119-30.
  • Kan JYK, Rungcharassaeng K, Morimoto T, Lozada J. Facial gingival tissue stability after connective tissue graft with single immediate tooth replacement in the esthetic zone: consecutive case report. J Oral Maxillofac Surg 2009;67:40-8.
  • Lee DW, Choi Y-S, Park K-H, Kim C-S, Moon IS. Effect of microthread on the maintenance of marginal bone level: a 3 year prospective study. Clin Oral Implants Res 2007;18:465-70.
  • Maia LP, Reino DM, VA Muglia, de Souza SLS, Palioto DB, Novaes AB Jr. The influence of the periodontal biotype on peri-implant tissues around immediate implants with and without xenografts. Clinical and micro-computerized tomographic study in small Beagle dogs. Clin Oral Impl Res 2013;24:1-9.
  • Quirynen M, Van Assche N, Botticelli D, Berglundh T. How does the timing of implant placement to extraction affect the outcome? Int J Oral Maxillofac Implants 2007;22(suppl):203-23.
  • Shi J-Y, Wang R, Zhuang L-F, Gu Y-X, Qiao S-C, Lai H-C. Esthetic outcome of single implant crowns following type 1 and type 3 implant placement: a systematic review. Clin Oral Impl Res 2014:1-7.
  • Shin Y-K, Han C-H, Heo SJ, Kim S, Chin H-J. Radiographic evaluation of marginal bone level around implants with different neck designs after 1 year. Int J Oral Maxillofac Implants 2006;20(5):789-94.
  • Tarnow DP, Chu SJ, Salama MA, Stappert CFJ, Salama H, Garber DA, Sarnachiaro GO, Sarnachiaro E, Gotta Sl, Saito H. Flapless postextraction socket implant placement in the esthetic zone: Part 1. The effect of bone grafting and/or provisional restoration on facial-palatal ridge dimensional change _ A retrospective cohort study. Int J Period Rest Dent 2014;34:323-31.
  • Wöhrle PS. Single-tooth replacement in the aesthetic zone with immediate provisionalization: fourteen consecutive case reports. Pract Periodontics Aesthet Dent 1998;10(9):1107-14.

 

Guaracilei Maciel Vidigal Junior

Especialista em Periodontia – UFRJ; Especialista em Implantodontia – UGF; Mestre em Periodontia – UFRJ; Livre-docente em Periodontia – UGF; Doutor em Engenharia de Materiais – Coppe/UFRJ; Pós-doutorando em Periodontia – Uerj; Professor adjunto – Uerj.

 

 

 

 
 
 
 


Mario Groisman

Especialista em Periodontia – Uerj; Especialista em Implantodontia – CFO; Mestre em Ciências Dentais – Universidade de Lund, Suécia.

 

 

 

 
 
 
 


Ricardo Guimarães Fischer

Mestre e doutor em Periodontia – Universidade de Lund, Suécia; Professor titular de Periodontia – Uerj.

 

 

 

 

 

 

 

 



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters