INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 23/03/2016 13h24

Você é um profissional acessível?

Confira como o relacionamento com clientes, colegas e funcionários influenciam o crescimento profissional.

Não se engane! O tema deste artigo não é sobre preços e serviços. Esta semana quero falar sobre algo tão importante quanto: o tipo de administração que você pratica em sua clínica ou em seu consultório.

Há pessoas que falam em administrar ''de portas abertas'' e até se gabam de serem ''acessíveis'' a seus subordinados e clientes. Porém, ao analisar mais de perto, constatamos que essas ''portas'' estão sempre fechadas e estamos diante de alguém inacessível.

Costumo dizer que administrar de ''portas abertas'' não significa necessariamente fazer com que a pessoas vejam o seu trabalho a todo momento, é muito mais do que isso. É preciso abrir a mente e o coração para que seus subordinados, seus colegas e seus clientes se sintam a vontade para perguntar, compartilhar informações e interagir com você. Entendo perfeitamente que na correria do dia a dia, com o excesso de trabalho somado a falta de tempo, acabamos nos esquecendo de olhar para o lado e deixamos escapar saudáveis oportunidades de quebrar a rotina e presentear alguém com a nossa acolhida.

Não pense que ser um profissional ''acessível'' é essencial apenas para os líderes. Um bom exercício para quebrar esse paradigma é pensar na quantidade de pessoas que você se relaciona durante o dia. Assim você consegue perceber a importância de ser receptivo e entende como esse comportamento torna o trabalho mais assertivo.

Tenho para mim que os profissionais arrojados e perspicazes, independe de sua posição na organização, procuram contagiar quem está a sua volta de uma maneira muito branda. Sabe quando você olha para alguém e sente que essa pessoa tem algo diferente? Ela está sempre disposta a ouvir, sabe ser firme sem perder a delicadeza e naturalmente se destaca.

Essas características que citei geralmente são naturais, mas também podem ser conquistadas. Tente olhar para si mesmo de maneira mais ampla e sem julgamentos. Converse com seus colegas e pergunte o que eles acham sobre a forma como você se comunica. Essa é uma ótima maneira de iniciar seu processo de aprimoramento.


Cláudio Gór Gonçalves
Criador de um modelo específico de consultoria em marketing de serviços e comunicação para profissionais da saúde, atua junto as áreas da Medicina e Odontologia desde 1994. Sócio-fundador do Altera – Centro de Inteligência em Serviços e responsável pelas áreas de marketing estratégico e comunicação.
 
 

Assuntos Relacionados:
Odontologia e Negócios; Cláudio Gonçalves; atendimento; clientes;marketing, relacionamento, acessível


E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters