INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 01/08/2016 15h52

Publicação de pesquisadores brasileiros na mídia internacional

O espaço Ciência Brasil é reservado para a divulgação das pesquisas recentemente publicadas por ortodontistas brasileiros em periódicos internacionais.

 

Coordenação de conteúdo: Marcio Rodrigues de Almeida

Insabralde NM, de Almeida RR, Henriques JFC, Fernandes TMFF, Flores-Mire C, de Almeida MR. Dentoskeletal effects produced by removable palatal crib, bonded spurs, and chincup therapy in growing children with anterior open bite. Angle Orthod 2016 May 9 [Epub ahead of print].

RESUMO

Objetivo: avaliar os efeitos dentoesqueléticos de diferentes modalidades de tratamento da mordida aberta anterior (AOB) em crianças.

Material e métodos: este estudo cefalométrico avaliou as alterações resultantes do tratamento com diferentes abordagens em 77 crianças em crescimento com AOB. Um grupocontrole (n=30) foi utilizado para comparação. Telerradiografias estiveram disponíveis antes do tratamento (T1) e após 12 meses (T2). A amostra foi dividida em quatro grupos: grade palatina removível associada com uma mentoneira (G1); esporão lingual colado associado com uma mentoneira (G2); mentoneira (G3); e o controle, não tratado (G4). As comparações estatísticas entre os quatro grupos foram realizadas em T1 e após as alterações de tratamento, utilizando o teste Anova seguido do teste post hoc de Tukey.

Resultados: não ocorreram alterações estatisticamente significativas quanto às variáveis esqueléticas entre os grupos, exceto para aumento da Afai, observado no G1. No geral, os efeitos em todos os grupos tratados foram exclusivamente dentoalveolares. O maior aumento no overbite (OB) foi observado nos grupos 1 e 2, em comparação com os grupos 3 e 4. Os incisivos superiores no G1 apresentaram aumento de inclinação palatina, retrusão e maior desenvolvimento vertical dentoalveolar, bem como uma maior inclinação lingual dos incisivos inferiores. Houve um menor desenvolvimento vertical dos molares superiores e inferiores no G3.

Conclusão: a grade palatina removível proporcionou melhora no OB (97,5%), seguida pelo esporão colado (84,5%). Por outro lado, a mentoneira foi o único grupo que não apresentou efeitos positivos no OB.

 


Assuntos Relacionados:
Ciência Brasil; mordida aberta anterior, crianças; Marcio Rodrigues de Almeida


E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters