INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 26/10/2017 16h02

Extração interceptiva de caninos primários no tratamento ortodôntico de caninos permanentes deslocados palatinamente

Ciência Brasil: publicação de pesquisadores brasileiros na mídia internacional.

Publicação de pesquisadores na mídia internacional

O espaço Ciência Brasil é reservado para a divulgação das pesquisas recentemente publicadas por ortodontistas brasileiros e estrangeiros em periódicos internacionais. Confira a seguir uma dessas pesquisas:

 

Almasoud NN. Extraction of primary canines for interceptive orthodontic treatment of palatally displaced permanent canines: a systematic review. Angle Orthod 2017.


RESUMO

Objetivo: determinar se a manipulação adequada de caninos permanentes deslocados palatinamente (PDC) pode ser alcançada por meio da extração interceptiva dos caninos decíduos superiores.

Material e métodos: as bases de dados digitais (Medline, Scopus, Web of Science e Cochrane) foram acessadas para analisar artigos publicados entre 1952 e abril de 2016. A biblioteca da Universidade de Dammam (Arábia Saudita) desenvolveu estratégias de pesquisa para cada banco de dados. Dois revisores calibrados revisaram de forma independente títulos e resumos potencialmente relacionados, e os artigos que atenderam aos critérios de inclusão e exclusão foram lidos na íntegra. Os artigos selecionados foram avaliados e classificados de acordo com os critérios de qualidade metodológica.

Resultados: quatro ensaios clínicos randomizados (RCTs) foram incluídos na revisão sistemática. Comparados com dois estudos mais antigos, dois RCTs mais recentes apresentaram melhor design e foram melhor conduzidos, alcançando assim melhores resultados. Os estudos incluídos compararam grupos tratados (crianças com PDC submetidas à extração de caninos decíduos) com controles (indivíduos com PDCs, porém, sem extrações de caninos decíduos). Em três dos quatro estudos, a extração interceptiva de caninos decíduos facilitou a irrupção de PDCs em mais de 65% dos casos. Em geral, os grupos que sofreram intervenção apresentaram uma incidência marcadamente maior de irrupção bem-sucedida de PDCs (50%-69%), em comparação aos grupos-controle (36%-42%).

Conclusão: com base nas evidências disponíveis, concluiu-se que a irrupção de PDCs pode ser facilitada pela extração de caninos decíduos. No entanto, outros estudos clínicos randomizados de maior qualidade são requeridos em outros grupos populacionais. Espera-se que este estudo ajude os ortodontistas a tomarem decisões baseadas em evidências sobre o gerenciamento clínico de PDCs.

 

 

 

 

Coordenação de conteúdo:

 Marcio Rodrigues de Almeida


Assuntos Relacionados:
extração; canino; tratamento ortodôntico; Ciência Brasil


E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters