INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 9/3/2019 14h1

Escolha da câmera fotográfica para Odontologia

“Qual câmera devo adquirir?”. Ivan Yoshio responde esta pergunta, tão frequente entre os especialistas.

“Qual câmera devo adquirir?”. Essa pergunta representa cerca de 90% das dúvidas, seja pela variedade de marcas e modelos, seja pelo preço, pela facilidade de uso ou o que realmente é adequado para realizar uma boa fotografia odontológica. Junto com essa questão, aparece outra dúvida: muitos querem saber qual câmera produz uma boa fotografia odontológica ou se um determinado equipamento faz fotos melhores do que outro. Geralmente, a resposta é sempre a mesma: devemos pensar no conjunto, no equipamento completo.

 

A câmera

É interessante dizer que na fotografia odontológica a câmera é o acessório que menos influencia na qualidade final, por isso não há diferença ou ganho de qualidade ao adquirir o equipamento mais caro. Na área da Prótese Dentária, a câmera recomendada é aquela que troca a lente, chamada de DSLR ou Reflex, mas que costumeiramente é denominada “profissional” (Figura 1).

Recomendações: Canon EOS T7 ou T7i; Nikon D3500 ou D5600.

Figura 1 – Câmera fotográfica Canon T7.


 

A lente

Essa é a parte fundamental para a fotografia odontológica (Figura 2). Muitos questionam se é possível realizar fotografia com a lente do kit da câmera ou tentam economizar nesse item. Se a intenção é economizar, que seja na câmera – comprando uma mais antiga ou com valor mais baixo.

Recomendações: Canon 100 mm f/2.8 macro USM; Nikon 85 mm f/3.5 micro VR; Sigma 105 mm f/2.8 macro OS HSM.

Figura 2 – Lente Canon macro 100 mm.

 

 

 

O flash

A luz é o grande diferencial na fotografia. É aqui que você deve investir seu dinheiro e estudar mais e mais. Na fotografia odontológica, englobando a Prótese Dentária, existe uma recomendação específica: o flash twin (Figura 3). Também é possível investir em um estúdio, mas esse assunto será tratado em outra oportunidade (Figura 4).

Recomendações: Canon MT-26Ex; Nikon R1C1 ou R1; Meike 24 EX; Yongnuo 24 Ex.

Figura 3 – Exemplo de flash twin.

 

Figura 4 – Posicionamento do estúdio fotográfico.

O conjunto

É importante esclarecer que não se trata de comprar um determinado modelo ou a melhor câmera. O ideal é adquirir o conjunto todo (Figuras 5 e 6) e, após a aquisição e até mesmo antes de começar a usar, fazer um bom curso de Fotografia. O estudo deve ser contínuo e, assim como tudo na vida, temos uma curva de aprendizado (Figuras 7 e 8).

Figura 5 – Conjunto completo da Canon. 

 

Figura 6 – Conjunto completo da Nikon.

 

Figuras 7 e 8 – Sorriso lateral e imagem intraoral, exemplificando o resultado obtido com o uso do equipamento fotográfico.

 

 

Ivan Yoshio

Especialista em Dentística Restauradora Estética – APCD Campinas; Professor convidado em mais de 20 cursos de pós-graduação, especialização, mestrado e doutorado; Autor do livro A Arte da Fotografia Digital na Odontologia.
contato@ivanyoshio.com | Instagram: @ivanyoshio

 

 


Assuntos Relacionados:
câmera fotográfica; fotografia; fotografia odontológica; Ivan Yoshio;


E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters