INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 8/24/2018 12h31

Inteligência Artificial: encontro ressalta a importância do ser humano

No contexto da Odontologia, a sétima edição do Cimes abordou tecnologias para o futuro e a experiência do usuário como um dos pilares da inovação.
Crédito / Imagem: Abimo 

 

Mais de 300 profissionais e representantes de diferentes segmentos da área de Saúde estiveram reunidos no 7º Cimes – Congresso de Inovação em Materiais e Equipamentos para Saúde. O encontro, promovido pela Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), teve sede no hotel Maksoud Plaza, em São Paulo, nos dias 22 e 23 de agosto.

Sob o tema “Inteligência Artificial na indústria da saúde: risco ou oportunidade?”, o 7º Cimes cumpriu seu objetivo de fortalecer a inovação no setor e destacou o fator humano como fundamental, mesmo com o avanço tecnológico.

“A humanização da tecnologia foi colocada como centro desse processo”, avalia Franco Pallamolla, presidente da Abimo. “Ficou muito perceptível que todos os palestrantes, das mais variadas abordagens, ressaltaram a importância do ser humano dentro do contexto tecnológico.”

Dois painéis direcionados à área odontológica estiveram entre os destaques da programação do encontro. O primeiro discutiu as tecnologias para o futuro da Odontologia, abordando tendências tecnológicas que abrangem a inteligência artificial.

Convidados internacionais, como Asbjorn Jokstad (Noruega), Max Gordon (Suécia) e Elisabeth Dianne Rekow (Estados Unidos), relataram suas experiências com aplicações relacionadas à navegação assistida, manufatura aditiva e análise inteligente de imagens. “Discutimos o que a inteligência artificial pode fazer na área de saúde bucal”, explica o professor Claudio Fernandes, que também é consultor de Odontologia da Abimo e mediou as interações nos dois painéis.

A outra sessão abordou a experiência do usuário como um dos pilares da inovação e reuniu os professores Mônica Calasans, Gustavo Klein e Van Thompson (Inglaterra). De acordo com Fernandes, a articulação do mercado e o trabalho colaborativo em diferentes frentes são fundamentais para que o avanço tecnológico se torne, efetivamente, um aliado no aprimoramento dos tratamentos. “A experiência do usuário é um ambiente de desenvolvimento que pode nos dar muitos frutos para reduzir os riscos da inovação, para otimizar investimentos, para encontrar formas de compartilhamento de recursos e de ideias, no sentido de acelerar o desenvolvimento da inovação”, pontua Fernandes.

A programação do 7º Cimes foi complementada por rodadas de inovação tecnológica, que resultaram em 200 reuniões entre acadêmicos, membros de entidades e empresários do setor de Saúde.

 

 



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters