INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 22/08/2012 19h21

Greve da Anvisa prejudica setor odontológico e mercado de implantes

Mais de 80% das empresas associadas da Abimo estão enfrentando dificuldades para retirar suas mercadorias e emitir documentos para trazer mais produtos para o Brasil.

A greve promovida pelos funcionários da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde 16 de julho, está causando muita dor de cabeça entre os importadores de produtos odontológicos. Mais de 80% das empresas do setor estão enfrentando dificuldades para retirar suas mercadorias e emitir documentos para trazer mais produtos para o Brasil, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo).

Dr. Aziz Constantino, coordenador do subsetor implantes odontológicos da Abimo
Dr. Aziz Constantino: quase dois meses de perdas para o setor.
Para o Dr. Aziz Constantino, coordenador do subsetor implantes odontológicos da entidade, as empresas importadoras estão sendo prejudicadas há muito mais tempo. Segundo ele, funcionários da Receita Federal e da própria Anvisa retardaram o andamento de suas atividades, em "operação padrão", por vários dias antes do início oficial da greve. "Entre aquela morosidade e a greve declarada, lá se vão quase dois meses de perdas. Trata-se de um problema não só para as empresas e cirurgiões-dentistas, mas principalmente para os pacientes".

Diversas entidades de diferentes setores estão tentando, na Justiça, a liberação de seus produtos. A chuva de mandados de segurança e liminares parece, no entanto, não dar resultado.

A área de reabilitação oral também está sendo prejudicada, como fornecedores de implantes e também de biomateriais. "Imagine, por exemplo, que existem pacientes cujo tratamento foi iniciado com a colocação do implante, mas não existe componente disponível no mercado porque a Anvisa resolveu fazer greve. Já sabemos que os hospitais estão enfrentando a falta de medicamentos perecíveis, assim como os laboratórios. Essa greve se transformou em um problema de Saúde para o brasileiro".

 



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters