INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 29/03/2017 14h40

Diminuir a rotatividade da equipe depende de você

Marinho Pinheiro dá dicas que podem contribuir para a formação e manutenção da equipe de sua clínica.

Responda com sinceridade: você acredita que uma clínica onde a troca de colaboradores é extremamente frequente é capaz de manter a qualidade do atendimento? Como coordenador de gestão, posso afirmar que a alta rotatividade da equipe vai exigir um grande esforço do gestor, que precisará se desdobrar para compor novamente a equipe e investir mais tempo em desenvolvimento. E o pior cenário é formado quando os clientes começam a perceber essa alta rotatividade e passam a cogitar todo tipo de razão que justifique a troca constante de colaboradores.

Se você se identificou com o exemplo acima, significa que a saúde organizacional da sua clínica ou do seu consultório não anda bem. Então, o que fazer para manter as pessoas na organização e despertar nelas o real desejo de continuar ajudando na busca pelos objetivos da empresa? Essa tarefa exige uma série de fatores e, nesse momento, é importante frisar que, independentemente do tamanho da sua clínica, é possível contagiar as pessoas e fazer com que elas se sintam valorizadas. Em minha experiência profissional, ainda não conheci ninguém que tenha alcançado sucesso em seus projetos trabalhando sozinho.

Para esclarecer uma questão bastante recorrente, também friso que não será possível contratar o funcionário perfeito, pois ele não existe. A ideia é voltar seus esforços para formar o profissional que mais se aproxime daquilo que você espera e julga essencial para o seu negócio. A partir daí, o próximo passo é desenvolver os pontos fortes deste colaborador. Treinamentos podem ser um caminho muito efetivo para capacitar os colaboradores, já as campanhas de bonificação gradual são uma forma de mantê-los motivados e trabalhando pelo mesmo objetivo.

Abaixo, cito algumas atitudes que podem contribuir para a formação e manutenção da equipe:
 

 
  • Saiba quais são os agentes motivadores individuais de cada membro da sua equipe;
 
  • Esteja pronto para servir – fique atento aos sinais de carência;
 
  • Mantenha a paixão e o brilho nos olhos – seja o exemplo;
 
  • Desenvolva a habilidade para influenciar as pessoas;
 
  • Cobre comprometimento de todos e elogie;
  • Recompense o esforço e o trabalho excepcional.

 

Em meu próximo artigo, vou elencar mais alguns fatores fundamentais para estimular e manter sua equipe ao seu lado.

Aproveitando esse nosso canal de comunicação, convido você para acompanhar uma série de vídeos sobre marketing digital para profissionais da saúde. Toda semana tem um novo vídeo em nossa página no Facebook.

Bom trabalho!
 

Marinho Pinheiro Teixeira

Cirurgião-dentista – Unicid; MBA em Gestão e Marketing na Área da Saúde – São Leopoldo Mandic; Formação de Auditores Odontológicos – Fundecto; Coordenador Geral do Núcleo de Gestão e sócio do Altera – Centro de Inteligência em Serviços.

marinho@alteracis.com.br
www.alteracis.com.br



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters