INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 8/28/2012 84h3

Tratamento da recessão gengival

Análise crítica do artigo originalmente publicado na Dental Clinics of North America.

A cada edição da revista PerioNews, a equipe do Prof. Antonio Wilson Sallum promove a análise crítica de alguns dos artigos científicos de maior destaque publicados em periódicos de circulação internacional. Eles é um deles. Confira! 

Kassab MM, Badawi H, Dentino AR. Treatment of gingival recession. Dent Clin N Am 2010;54:129-40.

Por que é interessante: a recessão gengival é um fenômeno complexo que frequentemente incomoda os pacientes por causar sensibilidade e problemas estéticos. Muitas técnicas cirúrgicas
têm sido introduzidas para tratar a recessão gengival, incluindo aquelas que envolvem enxerto de tecido autógeno e regeneração tecidual guiada. Este artigo descreveu as diferentes abordagens
clínicas para tratar a recessão gengival com ênfase nas técnicas que mostram resultados mais promissores na cobertura radicular.

Desenho experimental: nesse artigo, os autores fazem uma revisão da literatura acerca dos principais procedimentos cirúrgicos utilizados para o tratamento de recessão gengival. Ao longo do artigo, os autores fazem uma abordagem sobre as vantagens e as desvantagens das principais técnicas cirúrgicas utilizadas para recobrimento radicular, a saber: enxertos de tecido conjuntivo,
enxerto gengival livre, retalho deslocado lateralmente, retalho posicionado coronalmente, associação de uma ou mais técnicas e regeneração tecidual guiada.

Os achados: de acordo com a literatura pesquisada, os autores relataram que todas as técnicas cirúrgicas descritas para tratamento das recessões gengivais, quando bem indicadas, apresentam excelentes taxas de sucesso de recobrimento. Dependendo de alguns fatores, como espessura do retalho e classificação da recessão, as taxas de sucesso podem variar entre 87% a 98%, 16,6% a 95,5% e 70% a 85% para as técnicas do retalho posicionado coronalmente, enxerto gengival livre e enxerto de tecido conjuntivo, respectivamente. Os trabalhos utilizando regeneração tecidual guiada, também, mostram boas taxas de recobrimento (77% a 87%). Quando são realizadas combinações de uma ou mais técnicas cirúrgicas, as taxas de sucesso podem ser ainda maiores, principalmente nas associações entre as técnicas de enxerto de tecido conjuntivo e retalho posicionado coronalmente (98,9% a 100% de sucesso).

Comentários: o tratamento da recessão gengival pode ser realizado com uma variedade de procedimentos. Entretanto, a combinação de enxertia de tecido conjuntivo com um retalho posicionado coronalmente tem demonstrado a taxa de sucesso mais alta. Materiais de aloenxerto e regeneração tecidual guiada também podem ser usados para tratar as recessões, principalmente
quando os pacientes estão relutantes em concordar com o fornecimento de gengiva no sítio doador.

Unitermos: Gingival recession; Gingival grafi ting; Connective tissue grafting; Guided tissue regeneration; Coronally positioned fl ap.

Revisado por: Viviene Santana Barbosa. Mestranda em Periodontia - FOP-Unicamp.



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters