INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 06/08/2013 09h11

Como fazer a revisão da literatura? - Parte 5

Saber desenvolver um bom texto é essencial para uma revisão de literatura. Paulo Rossetti dá dicas para facilitar esse processo. Confira.

(Leia a quarta parte dessa coluna clicando aqui)

Escrever é um exercício tão exigente quanto nadar ou jogar bola. Só se aprende fazendo. Lembre-se dos tombos que você levou ou de quantas vezes engoliu água para aprender.

Entenda: só vai ficar razoavelmente bom quando você sentir que os glúteos estão doendo. Serão horas e horas (em dias diferentes) concentrando-se no texto. Coloque o celular no modo vibração, cancele seus compromissos físicos, feche a porta se necessário.

Não há mal algum em não conseguir escrever. Algumas pessoas simplesmente não têm paciência (conheço centenas) e outras não conseguem se concentrar (outras centenas de pessoas também). Por exemplo, é interessante pensarmos como alguém faz um procedimento cirúrgico de forma precisa, mas não consegue descrevê-lo em detalhes: o cérebro é o mesmo, não é? Bom, a chave deste mistério caberá aos neurocientistas de plantão.

Revisões de literatura são textos longos. Não existem figuras. Assim, aqui vão algumas dicas:

1. ESCREVA FRASES SIMPLES: coloque um sujeito e um verbo sempre que possível. Leia em voz alta para cortar os excessos. É a qualidade do seu trabalho que está em jogo.

2. RESUMA OS ACHADOS NAS FRASES: como colocar os achados de 10-15 autores numa frase só ou quem sabe em até duas? Veja novamente qual é o assunto da sua revisão. O leitor fixa melhor um número ou uma frase com termos técnicos?

3. FAÇA LIGAÇÕES ENTRE OS PARÁGRAFOS: raciocínios se abrem e se fecham: mantenha o leitor envolvido. Muitas vezes você transita de um assunto ao outro e quando menos espera está perdido.

4. DIVIDA A REVISÃO POR TÓPICOS: revisões são textos longos e o leitor se perde com frequência. Divida os trabalhos por tópicos.

Curiosidade: todo trabalho que você digita no computador possui um histórico. Procure observar quanto tempo você passa escrevendo e como este treino melhora a comunicação com seus pares.

Boa semana! 

Paulo Rossetti é editor-científico da revista ImplantNews. Cirurgião-dentista, mestre e doutor em Reabilitação Oral - FOB/USP; Membro ITI (International Team for Oral Implantology).



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters