INPN - O portal das revistas ImplatNews e PerioNews
 
Compartilhe  Compartilhe Twitter Imprimir Indique a um amigo
Publicado em: 07/07/2017 13h02

Fazendo história na Implantodontia

Marco Bianchini relembra a difícil evolução da especialidade e ressalta a importância de empresas como a Implacil De Bortoli.

O Brasil tem muitas empresas fabricantes de implantes que estão no mercado há muitas décadas. Elas concorrem entre si e também enfrentam os fabricantes estrangeiros. Podemos nos orgulhar por temos bons implantes fabricados em terras brasileiras e que podem suprir perfeitamente as nossas demandas de mercado. Nesta semana, uma dessas empresas está fazendo história na Implantodontia, pois completa 35 anos de atividades: a Implacil De Bortoli, que foi matéria de destaque na última edição da revista ImplantNewsPerio.

Não cabe aqui ficarmos comparando e tergiversando se a empresa A é melhor que a empresa B, e vice-versa. Mas, cabe enaltecer a história de uma empresa pioneira em implantes dentários no Brasil, e que permanece firme no mercado há mais de três décadas. Em um país como o nosso, somente o fato de se atravessar tantas crises políticas e econômicas, e continuar competindo já é muito relevante.

Figura 1 – Da esquerda para direita: Nilton De Bortoli Jr., Nilton De Bortoli e Mario De Bortoli.

A história da Implacil De Bortoli se confunde com a história do seu fundador. Dr. Nilton De Bortoli – ou Niltão, como carinhosamente costumamos chamá-lo – é do tempo dos implantes convencionais, também chamados de “fibrointegrados”. São os antigos laminados, agulhados, subperiósteos, parafusos de Garbacio etc. Quem estudou o histórico da Implantodontia – ou viveu esse tempo – sabe muito bem do que eu estou falando.

Ainda me lembro muito bem quando, há cerca de dois anos, o Dr. Nilton recebeu uma homenagem em um congresso da Abross (Associação Brasileira de Osseointegração) e contou um pouco da sua história pessoal. Ele lembrou um passado onde os implantodontistas eram extremamente hostilizados pela classe odontológica. Era justamente o período pré-Brånemark, onde o que existia eram os implantes convencionais, que não tinham uma taxa de sucesso tão alta como os osseointegrados dos dias atuais. Porém, era o que se tinha. E, em ciência, não se chega a grandes descobrimentos sem experimentar muitas técnicas antes.

Hoje, quando eu leciono em nossa disciplina de Implantodontia na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), faço questão de frisar muito aos meus alunos o quanto foi penoso para chegarmos aos implantes de hoje em dia. Também gosto de dizer que muitos dos conceitos que hoje utilizamos na Implantodontia não são oriundos de Brånemark, mas sim do empirismo e coragem de homens como Jackes Sialon, Gustav Dall, Leonard Linkow, dentre outros.

Uma comparação fácil para entendermos tudo isso é lembrar das restaurações de amálgama, resinas autopolimerizáveis (adaptic) e de silicato. O que seriam das resinas compostas de hoje se não fossem amálgamas e silicatos? Foram baseadas nas limitações destes materiais que as pesquisas foram se intensificando, até chegarmos às resinas e porcelanas dos dias atuais. Da mesma forma, os implantes osseointegrados evoluíram devido às falhas e deficiências dos implantes convencionais.

É nesta linha de raciocínio que chegamos à grande importância da Implacil De Bortoli na Implantodontia nacional. Como pioneira no mercado, ela abriu as portas para outras empresas. Encorajou outros empreendedores e colaborou muito para transformar a Implantodontia em um negócio rentável e atraente. Hoje, como uma das líderes de mercado, a empresa se destaca pelos grandes investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Tudo isto nascido de um sonho de alguém com coragem, visão empreendedora e apaixonado pela Odontologia.

Ainda somos um país jovem e dito sem memória. Ainda somos extremamente bairristas e não entendemos que o seu concorrente não é seu inimigo e, se você souber analisar os fatos, irá aprender muito com ele. Em se tratando de Europa ou Estados Unidos, 35 anos não é lá tanto tempo assim. Entretanto, no Brasil é uma vida, ainda mais se pensarmos no nível da Implantodontia – uma especialidade ainda jovem e que tem muito a aprender com a história e com os precursores dos implantes, seja no Brasil ou no mundo.

Parabéns à Implacil De Bortoli, parabéns ao Niltão, Nilton Jr. e Mario, que continuam aceitando desafios e engrandecendo a Odontologia.

 

E Jesus continuava falando: “Vocês ouviram o que foi dito: ame o seu próximo e odeie o seu inimigo. Mas, eu digo: amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons, e derrama chuva sobre justos e injustos.” (Mateus 5, 43-45)

 

 

 
   


Marco Bianchini

Professor associado II do departamento de Odontologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); autor dos livros "O Passo a Passo Cirúrgico na Implandotontia" e "Diagnóstico e Tratamento das Alterações Peri-Implantares".

Contato: bian07@yahoo.com.br

 

 



E-mail
Cadastre seu e-mail e receba nossas Newsletters