PróteseNews 2018 | V5N4 | Páginas: 400-11

Preparo dental com pontas ultrassônicas e cimentação com resina termomodificada

Clinical sequence of ceramic laminates – dental preparation with ultrasonic tips and thermically modified resin cementation

Autor(es):

Leandro Maruki Pereira1
Lorena Faria Andrade2
Paulo Vitor Guimarães Melo2
David Morita da Silva3
Caio César Dias Resende4

1Professor – Faculdade Patos de Minas; Mestre em Clínica Odontológica Integrada – Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia.
2Graduados em Odontologia – Faculdade Patos de Minas.
3Técnico em prótese dentária – Laboratório David Morita.
4Mestre e doutorando em Clínica Odontológica Integrada – Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Uberlândia.

Resumo:

Paciente apresentava dentes 12 e 22 com formatos conoides e restaurações insatisfatórias, os demais dentes eram hígidos e apresentavam formato natural. Assim, o tratamento adotado foi a remoção das restaurações insatisfatórias associada a preparos minimamente invasivo e laminados confeccionados com cerâmica feldspática nos dentes 12 e 22. As restaurações em resina composta apresentavam proporções e anatomias adequadas, adotando-as como guia para os preparos dentais. Inicialmente, foram utilizadas brocas diamantadas em alta rotação para o preparo inicial e, em seguida, pontas ultrassônicas para remoção da resina composta e finalização dos preparos. Realizou-se a moldagem com silicone de adição e os laminados cerâmicos foram confeccionados pela técnica da aplicação sobre troquel refratário. Clinicamente, realizou-se a prova das cerâmicas e a cimentação após aprovação da paciente. A fase da cimentação seguiu o seguinte protocolo: isolamento absoluto, profilaxia dos preparos dentais, condicionamento ácido e aplicação de sistema adesivo. As superfícies internas dos laminados foram condicionadas e então aplicados silano e sistema adesivo. A resina composta foi aquecida e inserida na superfície dos laminados, que foram posicionados sobre os preparos dentais com o auxílio do instrumento ultrassônico até a sua posição final. Após a remoção dos excessos, realizou-se a fotopolimerização do conjunto, polimento da interface adesiva, ajustes oclusais e polimentos finais. O caso foi realizado com acompanhamento clínico e radiográfico de 12 meses, e favorável prognóstico.

Unitermos:

Resina composta; Facetas dental; Preparo dental.

Abstract:

This patient had conoid teeth at the 12 and 22 positions with unsatisfactory restorations. The remaining teeth were healthy. Thus, the treatment adopted was the removal of the restorations associated with minimally invasive preparations and feldspathic ceramics on tooth numbers 12 and 22. The restorations in composite resin had adequate proportions and anatomy, adopting them as a guide for dental preparations. Initially, diamond burs were used in high-rotation speed for the initial preparation, and then ultrasonic tips for removal of the composite resin and finalization. An impression was carried out with addition silicone and the ceramic laminates made using the refractory die technique. Clinically, the ceramics were tried-in and cemented after patient approval. The cementation phase was made as the following: rubber dam isolation, prophylaxis, acid etching and adhesive application. The inner laminate surfaces were conditioned, silanated, and received the adhesive system. The composite resin was heated and inserted into the laminates, which were placed on the dental preparations with the the ultrasonic instrument to their final position. After excess removal, photactivation was made and the adhesive interface was polished, followed by occlusal adjustments and fi nal polishing. After clinical and radiographic follow-up of 12 months, a favorable prognosis was observed.

Keywords:

Resin cements; Laminate venners; Tooth preparation.