Publicado em: 28/03/2017 às 16h38

A história do Digidental, um laboratório nascido em pixels

Enquanto laboratórios tradicionais fazem migração tecnológica gradativa, o Digidental abre mão dos processos artesanais para se tornar referência na Odontologia digital.

O Digidental já nasceu totalmente voltado para o digital. (Fotos: divulgação)


Por Adilson Fuzo


A virada do ano marcou o início das atividades de um novo grande laboratório em São Paulo, o Digidental Solutions. Como uma legítima cria da revolução tecnológica que está transformando a Odontologia, o Digidental já nasceu totalmente voltado para o digital.

“Todos os laboratórios que conhecemos nasceram artesanais. Aos poucos, foram comprando alguns equipamentos CAD/CAM e oferecendo o serviço para seus clientes. Nós já chegamos ao mercado 100% digitais. Esse é o nosso foco e nos cercamos de profissionais muito experientes para oferecer um serviço de qualidade superior nesse segmento, sem que isso onere os custos da produção”, explica Fábio Bezerra, diretor executivo do Digidental e um dos proprietários do negócio.

Ainda que o Digidental esteja exposto aos riscos inerentes à abertura de qualquer negócio no Brasil, a criação de um laboratório totalmente focado no modelo digital está longe de ser um salto no escuro. “Mais do que uma tendência, os processos digitais na Odontologia já são uma realidade mundial. O Brasil já está pronto para assimilar um laboratório nesse modelo. Vamos lembrar que o cirurgião-dentista brasileiro está entre os melhores do mundo e, em sua essência, está buscando permanentemente por um padrão estético e funcional de alto nível. É exatamente isso que a tecnologia digital tem a oferecer”, comenta Bezerra.
 

Sala de treinamento para cursos e workshops.

 

Com a tecnologia CAD/CAM, o laboratório estará preparado para atender tanto as mais tradicionais restaurações sobre dentes, como também sobre implantes, facetas estéticas, próteses em zircônia, vitrocerâmicas e estruturas fresadas em titânio e cobalto-cromo. Além disso, também produz guias cirúrgicos fresados ou impressos em tecnologia 3D. “Estamos preparados, inclusive, para fazer parcerias com outros laboratórios que queiram terceirizar seus serviços digitais”, lembra Bezerra.

A proposta do Digidental é atender às principais tecnologias CAD/CAM disponíveis no mercado, sem nenhuma restrição ou exclusividade por parte do fabricante. Os equipamentos de fresagem disponíveis são das marcas Amann Girrbach, Dentsply Sirona e Zirkhonzan. Para os profissionais que possuem scanner, o laboratório está preparado para receber arquivos fechados da 3Shape e Dentsply Sirona (pelos portais Communicate ou Connect, respectivamente), ou nas extensões abertas STL.
 

Equipe do Digidental já conta com mais de 30 colaboradores.

 

Mas, o Digidental não é feito só de máquinas. Uma equipe de mais de 30 profissionais selecionados a dedo garante a qualidade dos trabalhos liberados pelo laboratório. Algumas pessoas-chave desse time são bastante conhecidas no mercado, como o TPD Fábio Costa, que está levando sua longa experiência de 12 anos em CAD/CAM para comandar a produção do laboratório. Outro parceiro é o cirurgião-dentista Bruno Godoy, um dos mais experientes do mercado em soluções estéticas digitais. Destaque também para o TPD David Morita, ceramista sênior que vai ajudar na confecção dos trabalhos mais personalizados, conferindo um toque de excelência nas finalizações.

 

Mercado em transição

Como o mercado ainda está iniciando sua transição do artesanal para o digital, Bezerra explica que o papel do Digidental também é ajudar os cirurgiões-dentistas a ingressarem nesse universo. “O profissional que quiser testar ou começar a usar a tecnologia pode fazer uma moldagem tradicional e enviar seu modelo para que nossa equipe faça o escaneamento”, explica. “Criou-se uma ideia de que a Odontologia digital exigia altos investimentos em aquisição de equipamentos. Mas, hoje o profissional tem outros caminhos à sua disposição e não precisa mais, necessariamente, adquirir os equipamentos”.
 

Co-working office.

 

Aproveitando o melhor de sua estrutura bem instalada na Vila Olímpia – um dos bairros mais bem localizados de São Paulo –, o Digidental oferece um co-working office que nada mais é do que um espaço para que os clientes possam trazer seus pacientes e atendê-los utilizando os equipamentos digitais disponibilizados pelo Digidental. “É um consultório para o profissional que quer conhecer a tecnologia. Se for o caso, nós podemos ajudar com o escaneamento intraoral do paciente, de forma que o profissional possa compreender mais claramente o processo. Além disso, se um dos nossos clientes de fora da cidade precisar de um resultado rápido, ele pode locar esse espaço para receber seu paciente e, ao mesmo tempo, ter acesso à tecnologia”.

Outro ramo no qual o Digidental pretende atuar é o de treinamento, com cursos e workshops voltados para cirurgiões-dentistas e técnicos em prótese dental. “Esperamos que nosso trabalho chegue para somar nesse riquíssimo universo, que é a Odontologia brasileira. Nós queremos fazer a diferença e posso garantir que não faltará empenho nesse sentido”, finaliza Bezerra.

Mais informações em www.digitalsolutions.com.br
 

Fábio Costa, uma das peças fundamentais no comando da linha de produção.